RCB/TuneIn
Domingo, 17 Nov 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
PERABOA: ASSEMBLEIA DE FREGUESIA SUSPENSA
Rádio Cova da Beira
O órgão reuniu com carácter extraordinário para eleger o novo presidente em virtude do pedido de renúncia apresentado por Rocha Fernandes, anterior titular do cargo, no passado mês de Maio. Celso Bogalheiro, que até então desempenhava as funções de primeiro secretário, foi eleito como novo presidente pelo que houve necessidade de proceder à eleição de um novo secretário.
Por Nuno Miguel em 20 de Jul de 2016

É aqui que nasce o impasse uma vez que o nome apresentado pelo PS, Sílvio Dias Alfredo, não aceitou que ser proposto à votação depois de os eleitos da oposição terem considerado que tal não seria eticamente correcto uma vez que se trata do pai do actual presidente da junta.

Como os eleitos do Partido Socialista não apresentaram outro nome, os trabalhos tiveram de ser suspensos. De acordo com o eleito do PSD, Marco Aurélio, este é mais um caso que demonstra a desunião entre os eleitos do PS “a desunião do PS em Peraboa é evidente; basta ler a declaração de renúncia ao cargo do anterior presidente da assembleia de freguesia que disse que as coisas não funcionam dentro da junta, não funcionam com a assembleia e hoje o PS com quatro eleitos neste órgão não consegue propor um nome para o lugar de primeiro secretário. Acresce a isto o facto de a segunda secretária há cinco reuniões que não comparece e estamos há oito meses sem a ver”. 

José Brás, líder da bancada do movimento “Acreditar Covilhã” considera que compete ao PS apresentar uma outra solução, para que os órgãos funcionem normalmente “ficou aqui criado novamente um impasse com a agravante que o PS, dentro do quadro dos seus eleitos, não ter apresentado nenhuma solução. Eles têm elementos para preencher os lugares que estão vagos e se o nome indicado não aceitou havia outras pessoas para ocupar o lugar. Desde o início que nos dizemos que quem ganha as eleições deve governar e é no sentido de manter essa coerência que nós esperamos que o PS apresente a solução para este caso”. 

No final da reunião, Sílvio Dias Alfredo não quis prestar quaisquer declarações sobre o assunto. Já o presidente da assembleia de freguesia, Celso Bogalheiro, não esconde que ficou surpreendido com a atitude do eleito socialista “fiquei surpreendido porque tínhamos conversado antes da realização da assembleia, bem sei que o lugar de primeiro secretário é muito trabalhoso mas era ele que tinha sido escolhido para exercer essa função mas acabou por dizer que não aceitava ainda antes de o nome dele poder ser votado. Nesse sentido optei por suspender os trabalhos porque entendia que não estavam reunidas todas as condições para continuar com a assembleia”.

O presidente da assembleia de freguesia refere que não vai ser convocada nenhuma reunião extraordinária para proceder a uma nova eleição pelo que a escolha do primeiro secretário do órgão vai integrar a ordem de trabalhos da reunião da assembleia de freguesia que será marcada, com carácter ordinário, para o próximo mês de Setembro.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados