RCB/TuneIn
Domingo, 18 Ago 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
“ESTAMOS A AGUARDAR INDICAÇÕES”
Rádio Cova da Beira
O presidente da “Turismo do Centro” declina qualquer responsabilidade da entidade que dirige nos atrasos da instalação do novo posto de turismo da Covilhã. Em Maio de 2014 a autarquia deliberou instalar essa estrutura no edifício do antigo café “Montalto” mas de então para cá não se registou qualquer evolução.
Por Nuno Miguel em 30 de Jun de 2016
Em declarações à RCB, Pedro Machado confirma que essa foi uma das localizações apresentadas e refere que a “turismo do centro” só está a aguardar por indicação da autarquia para poder avançar com a instalação da estrutura “na altura nós visitámos dois espaços contíguos à câmara; um no antigo «montalto» e outro no antigo edifício dos CTT e aquilo que nós dissemos é que necessitávamos, da parte do município, que nos indicasse a disponibilidade física para podermos instalar o equipamento e transferir os funcionários. Como sabe os funcionários continuam a trabalhar no edifício onde funcionada a região de turismo da Serra da Estrela e o compromisso que assumimos foi que logo que tivéssemos condições logísticas para poder mudar isso seria feito num curto espaço de tempo. Até agora ainda não recebemos essa indicação, seguramente porque a câmara não teve encontrou disponibilidade por parte dos proprietários para poderem libertar os edifícios e por isso o processo ainda não avançou”.  

 

Já em relação ao edifício onde actualmente estão instalados os serviços do posto de turismo, junto ao jardim público, Pedro Machado reconhece que a sua localização não é a melhor tendo em conta o fim a que se destina mas qualquer decisão sobre uma eventual venda só pode ser tomada depois da instalação dos serviços num outro espaço “não queremos alimentar qualquer especulação em relação a esse assunto; acho que todos temos consciência de que o actual edifício está fora do eixo principal de circulação de turistas que visitam a cidade mas se há um ano atrás tivéssemos alienado o espaço hoje estaríamos prejudicados. Na altura em que a questão se colocar essa questão será avaliada uma vez que estamos a falar de um património que é propriedade do turismo do centro”.

 

 

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados