RCB/TuneIn
Quinta, 19 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
MOVIMENTO EST√Ā PREOCUPADO
Rádio Cova da Beira
O movimento da popula√ß√£o Ourondo/Relvas mostra-se apreensivo com o que classifica como ¬ďa inflex√£o da posi√ß√£o inicial¬Ē do PS em rela√ß√£o √† invers√£o do processo de fus√£o e agrega√ß√£o de freguesias que foi concretizado pelo anterior executivo.
Por Nuno Miguel em 29 de Jun de 2016

Em comunicado, o movimento saúda o debate sobre a reorganização de freguesias que está agendado para amanhã por iniciativa do grupo parlamentar do PCP e afirma que “neste momento este dossier está muito claro para a maioria dos deputados que suportam o governo, no entanto notamos que o PS neste momento teve uma inflexão na sua posição inicial, pois passou da determinação para a fase de analise estudo, preparando-se para que este assunto não esteja plenamente resolvido e decidido antes de Outubro de 2017

O movimento interroga os motivos que levaram o PS a mudar de posição, tanto mais que “o PS aprovou uma moção, no seu último congresso, que aponta para a resolução desta injustiça a tempo do acto eleitoral de Outubro 2017. Contamos por isso que seja honrada a palavra dada”.

Neste comunicado o movimento manifesta a sua esperança de que que os deputados eleitos na assembleia da república “estejam com o povo do Ourondo e com todos os que sofrem com esta injustiça infligida pelo Governo PSD/CDS” referindo-se ao processo de agregação com a freguesia de Casegas.

Também em comunicado, o grupo parlamentar do PCP afirma que “a reposição das freguesias é uma matéria da competência da Assembleia da República, pelo que não existe qualquer razão para este debate não ser desde já iniciado”. Para o PCP “trata-se de honrar um compromisso assumido com as populações para garantir a maior proximidade e maior capacidade de resolução dos problemas sentidos, bem como a identidade e coesão social e territorial das localidades”.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados