RCB/TuneIn
Quinta, 16 Jul 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
CIM DA BEIRA BAIXA SEM PRESIDENTE
Rádio Cova da Beira
A Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa está sem presidente há mais de três meses, desde que João Paulo Catarino renunciou ao mandato de presidente da Câmara de Proença a Nova para assumir o cargo de coordenador adjunto da Unidade de Missão para o interior. A renúncia na autarquia, segundo a lei, tem o mesmo efeito no cargo que ocupava na presidência da CIM que, desde então, ainda não conseguiu eleger um novo presidente.
Por Paula Brito em 23 de Jun de 2016

Desde essa altura que a presidência está a ser exercida pelos dois vice-presidentes, no caso, os autarcas de Vila Velha de Ródão e Penamacor. António Beites admite que há um desentendimento dentro do conselho executivo que tem impedido uma nova eleição “eu creio que o assunto vai ser resolvido brevemente, não vale a pena estarmos a esconder nada, há algum desentendimento interno sobre essa matéria e que irá ser resolvido dentro da própria comunidade”. Sem especificar o tipo de desentendimento António Beites garante que o impasse não tem, no entanto, prejudicado o normal funcionamento da Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa “está a funcionar na sua plenitude, a situação não é agradável mas não é impeditiva do funcionamento interno da CIM”.

Contactado pela RCB, o presidente da câmara municipal de Castelo Branco diz que o problema tem sido sobretudo de disponibilidade, uma vez que a eleição, que é feita entre os presidentes de câmara, deve contar com a presença de todos “o que tem faltado é sobretudo disponibilidade porque nas últimas reuniões têm faltado alguns presidentes e acho que nessa questão devem estar todos presentes”.

Questionado pela RCB sobre a sua disponibilidade em liderar a CIM da Beira Baixa, Luís Correia mostra-se disponível para o diálogo “com todos os municípios, encontrar a melhor solução e a partir daí julgo que todos estamos disponíveis para assumir a liderança da CIM, mas o mais importante é que se encontre uma solução o mais consensual possível entre todos, para que possamos continuar a trabalhar”.

Contactado pela RCB, o presidente da câmara municipal de Proença a Nova, João Lobo, espera que seja encontrado um consenso entre os presidentes das câmaras municipais. Recorde-se que a CIM da Beira Baixa é a mais pequena Comunidade Intermunicipal do país com seis municípios: Castelo Branco, que sozinho detém mais de 50% da população da CIM, Idanha a Nova, Penamacor, Vila Velha de Ródão, Oleiros e Proença a Nova.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados