RCB/TuneIn
Terça, 18 Fev 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
COVILHÃ: REGRESSO DAS MARCHAS LEVA CENTENAS DE PESSOAS Á RUA
Rádio Cova da Beira
Depois de um interregno de uma década as marchas populares regressaram à cidade da Covilhã. Grupo Desportivo da Mata, Oriental de São Martinho, Águias do Canhoso, Académico dos Penados Altos, GER Campos Melo e Vitória de Santo António foram as colectividades envolvidas na iniciativa que levou muitas centenas de pessoas à rua para assistir ao percurso e para a exibição que decorreu na praça do município.
Por Nuno Miguel em 14 de Jun de 2016

O presidente da direcção da Mata, a entidade organizadora do evento, faz um balanço muito positivo da iniciativa. Elias Riscado tem ainda expectativas elevadas para a próxima exibição que vai decorrer no complexo desportivo no próximo dia 25 “a única coisa que trás a população da Covilhã para a rua são as marchas e penso que esse objectivo agora foi conseguido; vamos ter no complexo desportivo uma nova exibição e eu confesso que o que eu tinha mais receio era do dia de hoje mas o impacto foi muito bom. Se a exibição no estádio fosse como há dez anos no Santos Pinto onde as pessoas tinham um contacto muito próximo seria muito bom mas no complexo desportivo há uma distância maior. No entanto eu acredito que isso também vai ser uma aposta ganha”.

A continuidade da iniciativa nos próximos anos foi também assegurada por Carlos Martins. O vereador na câmara municipal da Covilhã mostra-se muito satisfeito pelo facto de a grande manifestação popular do movimento associativo estar de regresso à cidade depois de um interregno de dez anos “há muito tempo que não estava tão feliz como hoje; infelizmente há dez anos acabaram com a grande manifestação do povo que eram as marchas populares e hoje tivemos aqui seis marchas o que foi muito bom e eu estou convicto de que, nos próximos anos, outras colectividades vão aderir, e criar uma dinâmica maior. Para além do cumprimento de uma promessa que fizemos importa ainda sublinhar a grande dinamização que as marchas criaram aqui no centro histórico e essa é também uma aposta que queremos prosseguir”.  

  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados