RCB/TuneIn
Terça, 24 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
CERFUNDÃO APRESENTA NOVOS INVESTIMENTOS
Rádio Cova da Beira
A apresenta√ß√£o da campanha da cereja foi o mote para a apresenta√ß√£o um conjunto de investimentos que fazem parte do plano de expans√£o da empresa e que culminaram na aquisi√ß√£o de novos equipamentos como um calibrador, um descaro√ßador e um despedunculador. Foram tamb√©m instaladas novas c√Ęmaras de congela√ß√£o e na pr√≥xima semana vai ser instalado um novo hidrocooler.
Por Nuno Miguel em 31 de May de 2016

Há no entanto outros investimentos que ainda importa concretizar, afirma o presidente do conselho de administração “falta ainda concretizar a expansão deste pavilhão e falta também a requalificação de todas as instalações da Ponte Pedrinha que serão feitas no decorrer do próximo ano uma vez que agora vamos estar completamente focalizados nas campanhas. Não vamos fazer obras agora porque isso seria um absurdo mas vamos começar logo no final das campanhas. São intervenções que fazem parte do nosso projecto de expansão, que vai representar um investimento global de quatro milhões de euros, e que vai estar terminado em 2018”. 

José Pinto Castelo Branco acrescenta que, para além dos investimentos, já foi também dado início a um processo de certificação de protocolos internacionais tendo em vista o reforço da aposta na internacionalização “estamos a dotar a empresa das condições necessárias para corresponder a esses protocolos de certificação internacional mais exigentes, nomeadamente o BRC e o IFS. Uma vez que isso seja concretizado ficamos habilitados a comercializar a fruta do Fundão em qualquer parte do mundo, mesmo nos mercados mais exigentes como são os casos do Japão e de Inglaterra”.

Na campanha deste ano vai também ser lançada uma nova imagem a par de duas novas apostas comerciais; um caixa de venda directa ao público com o peso de um quilo e ainda cartuchos com 150 gramas de cereja por forma a criar maior valor acrescentado para o produto “quando nós temos uma embalagem de cinco quilos e uma de 150 gramas o valor por grama diluído em cinco quilos será sempre muito menor do que o valor da embalagem de 150 gramas. Se nós conseguirmos multiplicar por vários milhares estas embalagens mais pequenas aquilo que estamos a fazer é a criar mais valor para o quilo da cereja do Fundão e é isso que nós pretendemos. Para além disso queremos também vulgarizar o consumo da cereja para que não seja só algo que o cliente vai comprar ao supermercado e leva para casa mas que também possa ir na rua e pegue num cartucho como acontece, por exemplo, no Outono com o consumo da castanha”

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados