RCB/TuneIn
Domingo, 20 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
PSD ACUSA GOVERNO DE DISCRIMINAR O DISTRITO
Rádio Cova da Beira
A Comissão política distrital do PSD de Castelo Branco acusa o Governo de discriminar o distrito ao não incluir nenhuma das suas fronteiras (Monfortinho e Segura) no regime de descontos para as transportadoras de mercadorias em postos de gasolina.
Por Paula Brito em 25 de May de 2016
 "Sucede que desta medida decorre uma discriminação pelo actual Governo de todas as fronteiras do distrito de Castelo Branco, na instalação destes postos com um preço de gasóleo com carga fiscal equivalente à praticada em Espanha", refere em comunicado a Comissão Política Distrital de Castelo Branco do PSD.

Recordam que recentemente foi anunciado "com pompa e circunstância" um regime que permitirá de imediato a fixação de um preço de gasóleo com carga fiscal equivalente à praticada em Espanha, mas apenas em quatro zonas de fronteira: Quintanilha (Bragança), Vilar Formoso (Guarda), Caia (Elvas) e Vila Verde de Ficalho (Beja).

Os sociais-democratas consideram "absolutamente inadmissível" que nenhuma das fronteiras do distrito de Castelo Branco seja abrangida "perante os recentes aumentos dos combustíveis, o PSD do distrito de Castelo Branco já tinha reivindicado esta medida, mas nunca perspectivámos que na sua aplicação pudessem haver filhos e enteados, ou seja, que não exista uma igualdade de tratamento entre todas as zonas de fronteira", lê-se no comunicado do PSD que através dos deputados eleitos pelo distrito apresentou um requerimento ao governo, “pedindo que lhes seja dado conhecimento dos estudos que estiveram na origem da exclusão das fronteiras do distrito da aplicação desta medida”.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados