RCB/TuneIn
Sábado, 24 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
“NINGUÉM ME VAI DESVIAR DA MINHA CAMINHADA”
Rádio Cova da Beira
Joaquim Matias vai continuar a exercer as funções de vereador a tempo inteiro na câmara municipal da Covilhã. A garantia deixada na primeira reunião pública do executivo depois de a comissão política do PSD ter retirado a confiança política ao vereador social democrata na sequência da ruptura do acordo de incidência governativa com o PS em Janeiro do ano passado.
Por Nuno Miguel em 23 de Apr de 2016

Outras da categoria:

De acordo com Joaquim Matias “enquanto eu sentir que sou útil para o concelho da Covilhã e que ajudo a resolver os problemas das pessoas, porque isso é que me norteia na política, ninguém me vai desviar da minha caminhada. Eu quero que isto fico claro, eu não devo nada a ninguém, não devo nada aos partidos e possivelmente o meu partido é que me deve alguma coisa a mim por aquilo que através dele eu fiz em prol dos munícipes durante estes anos todos”.

Já quanto à retirada da confiança política que foi decidida pela concelhia social democrata, Joaquim Matias é peremptório “eu continuo a ser social democrata; bebi ensinamentos de forma directa com Francisco Sá Carneiro e não renego às minhas origens nem à minha ideologia. Eu só tenho neste momento é continuar a exercer a minha função com os princípios que me nortearam e prestar contas à população do concelho da Covilhã e também tenho que prestar a minha solidariedade política ao presidente da câmara porque foi ele que me convidou para exercer funções a tempo inteiro”.

Joaquim Matias manifesta ainda a sua estranheza pelo facto de esta decisão estar a ser criticada por pessoas que, no passado, o consideravam como uma peça fundamental no funcionamento do executivo “eu acho estranho como é que no passado alguns dos que agora me criticam diziam que eu era uma pedra fundamental nas equipas mas agora já não sou porque discordo de algumas estratégias que se queriam implementar no concelho da Covilhã. Estou cá e sei dar o corpo às balas, não tenho medo de ninguém e é por isso que estou aqui e é por isso que vou continuar aqui. E se eventualmente alguém queria que eu faça política de terra queimada que se desengane porque não o fiz no passado, não o faço e não o farei”.

Uma declaração que levou Vítor Pereira, a enaltecer a responsabilidade demonstrada pelo vereador do PSD. De acordo com o presidente da câmara da Covilhã Joaquim Matias está a saber colocar os interesses do concelho e das suas populações acima dos interesses partidários.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados