RCB/TuneIn
Segunda, 18 Nov 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
DIA NACIONAL DO DOENTE COM AVC
Rádio Cova da Beira
O Núcleo de Estudos da Doença Vascular Cerebral da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (NEDVC) alerta, neste dia nacional do AVC, para o facto de o país precisar de maior articulação entre a emergência pré-hospitalar, os serviços de urgência e as unidades de AVC. Segundo a Direcção Geral de Saúde apenas 62% dos doentes admitidos nos hospitais por AVC são admitidos em unidades de AVC e menos de 50% dos doentes admitidos na unidade de AVC chegam pela Via Verde.
Por Paula Brito em 31 de Mar de 2016
 

 “Impõem-se planos de reestruturação da urgência e redes de referenciação do Acidente Vascular Cerebral”, para que o doente vá para o sítio certo, considera Maria Teresa Cardoso, internista coordenadora do NEDVC, já que o tempo é fundamental no tratamento do AVC.

Reconhecer os sinais de alerta e chamar de imediato o 112 é cricial para o doente poder usufruir do melhor tratamento e ter probabilidade de ficar autónomo. Boca de lado, dificuldade em falar e perda de força no braço ou num dos lados do corpo, são os sinais de alerta que não podem ser menosprezados.

Entretanto, o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) informou hoje que registou, no ano passado, 3.115 casos de Acidente Vascular Cerebral (AVC) encaminhados, através do 112, para o sistema Via Verde do AVC, o equivalente a uma média de 8 casos por dia.

 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados