RCB/TuneIn
Terça, 26 Mai 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
FUNDÃO: BANDA SINFÓNICA DA GNR NO DIA DA UNIDADE
Rádio Cova da Beira
O Fundão acolhe este ano, a 28 e 29 de março 2016, o Dia da Unidade da Guarda Nacional Republicana do distrito de Castelo Branco.
Por Paulo Pinheiro em 24 de Mar de 2016

Até agora as comemorações têm decorrido no interior dos quartéis, mas o comandante, que recentemente tomou posse, entende que e Guarda deve estar junto das populações que defende

“Importa trazer para a GNR para as comunidades onde protege e garante a segurança das pessoas. Esta nossa visão começa aqui no Fundão e é importante a Guarda sentir que são disponibilizadas as condições para realizar as atividades que temos em mente nos municípios”, refere José Carlos Gonçalves.

 

O programa de comemorações já começou com a caminhada realizada no domingo, integrada na vigésima Travessia da Gardunha, mas outras iniciativas estão previstas para os dias 28 e 29 de Março. Referência para o concerto, no octógono da antiga praça municipal, dia 28 de março, com a banda sinfónica da GNR, uma referência a nível internacional

 

Na segunda-feira, pelas 15:00H, realiza-se uma conferência n´A Moagem (Fundão) com diversos temas em análise (Revisão da Estratégia Europeia de Segurança; A tecnologia e o uso dos Drones; “Sinistralidade com máquinas e tratores agrícola no distrito de Castelo Branco”, e “Segurança Informática”). Pelas 21:30H, na antiga praça do Fundão, concerto com a Banda Sinfónica da GNR. No dia 29 de março, às 08:30H abertura dos ateliers relativos às valências da Guarda Nacional Republicana, na praça do município, às 11:00H missa na Igreja Matriz do Fundão e a partir das 14:30H cerimónia militar, na avenida da Liberdade.

 

José Carlos Gonçalves pretende, no distrito de Castelo Branco, que a GNR seja uma força próxima, de confiança e preocupada em apoiar os setores da sociedade mais desfavorecidos

 

“Ser uma força que seja humana, próxima e de confiança. Estamos empenhados em tornar a GNR uma força particularmente efetiva no que possa passar pelo controlo das ações de criminalidade que permitam mais e melhore segurança, mas temos preocupações, principalmente, com os setores mais carenciados da população”

 

O comandante deixa exemplos de como atualmente a GNR presta serviços de grande proximidade às populações

“Já chegamos a ter situações em que as pessoas idosas, em locais isolados, telefonam para a GNR e dizem que não conseguem colocar o redutor na botija e é o militar da Guarda Nacional Republicana que vai ajudar aquela pessoa. Outras vezes acontece que estando um agente da GNR na cidade possa levar, a várias localidades, os medicamentos que as pessoas precisam. É uma nova visão de moda a que possamos estar mais próximo das populações”, defende o comandante da GNR distrital de Castelo Branco.

No Fundão, as comemorações contam com a presença do segundo comandante geral da GNR, Luís Filipe Tavares Nunes.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados