RCB/TuneIn
Domingo, 15 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
QUADRAGÉSIMA JUNTA VERÓNICAS EM CONCERTO
Rádio Cova da Beira
No âmbito da Quadragésima, ciclo de tradições da quaresma, que arrancou no passado fim de semana no Fundão com a inauguração da exposição “Rostos da Verónica”, a igreja de Aldeia de Joanes recebe, no próximo dia 12, um espectáculo feito a partir de uma recolha que Esperança Mara está a realizar no concelho sobre as Verónicas no âmbito da sua tese de mestrado.
Por Paula Brito & Dulce Gabriel em 16 de Feb de 2016
É muito interessante porque em cada aldeia há uma Verónica, ou havia, mas ainda há algumas e cada uma tem uma história particular, algumas aprenderam o canto com a mãe ou a avó e outras aprenderam com outras senhoras, o interessante é que cada uma canta de forma diferente, em latim correcto, em latim vulgar porque nem elas sabem o que quer dizer, e outras já canta, em português, porque os padres adaptaram ao português”.

Em declarações à RCB, Esperança Mara, explica em que consiste o espectáculo que se realiza a 12 de Março na igreja de Aldeia de Joanes “é um projecto que mistura música profana que será feita pelos músicos com quem estou a trabalhar, e haverá partes que não, a ideia é cada uma das Verónicas ficar numa parte da capela, representando o local da sua aldeia, uma canta no inicio, outra no meio e no fim vai haver esta ideia do testemunho”. O espectáculo encerra com a passagem de testemunho entre gerações para que esta tradição não morra. Foi precisamente com esse objectivo que há 20 anos atrás, Anabela Fiens, fez uma pesquisa sobre o tema na freguesia de Fatela “na Fatela há muitos anos que não se cantava a Verónica porque a senhora envelheceu e não quis cantar mais, e eu como adoro cantar fui tentar trazer de novo essa tradição para a aldeia, fiz esse apanhado e consegui”.

No passado sábado, na inauguração da instalação “Os rostos da Verónica” que está patente na capela do espírito santo até 27 de Março, Anabela Fiens deu voz à Verónica que com o seu triste canto chama a atenção para o sofrimento de Jesus, traduzido no pano que ela utilizou quando lhe limpou o rosto depois de uma queda durante a subida ao calvário.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados