RCB/TuneIn
Quinta, 12 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
"UMA APOSTA PARA CONTINUAR"
Rádio Cova da Beira
O azeite e o fumeiro voltaram a “reinar” em Proença-a-Velha, no fim-de-semana, no XIV Festival, organizado pela Câmara Municipal de Idanha-a-Nova e a Junta de Freguesia. Dois dias de promoção daqueles produtos tradicionais num ambiente de grande animação.
Por Paulo Pinheiro em 10 de Feb de 2016

O programa do certame ficou marcado por um cartaz musical onde sobressaíram os grupos culturais de Idanha-a-Nova, uma noite de fados com três intérpretes – António Pinto Bastos, Luís Caeiro e Rita Inácio – e o concerto de Augusto Canário.

Na abertura do evento, o presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, destacou o papel dos festivais temáticos “no estímulo aos mercados de proximidade, por proporcionarem aos visitantes a oportunidade de comprarem produtos de qualidade e de usufruírem do território”. Além disso, continuou o autarca, estes festivais “representam investimento na economia do concelho e na divulgação da nossa cultura, que hoje é reconhecida a nível mundial” com a classificação de Idanha-a-Nova como Cidade da Música da UNESCO. 

Foi mais um sucesso para o Festival do Azeite e Fumeiro, certame que “já está bem enraizado na região”, como referiu a presidente da Junta de Freguesia de Proença-a-Velha. 

Helena Silva explicou que a freguesia de Proença-a-Velha “tem um vasto olival tradicional e, por isso, o azeite esteve sempre presente na vida da população”. Ao mesmo tempo, “as gentes de Proença-a-Velha preservaram até hoje a tradição da ‘matação’ do porco, feita em dezembro para produzir o fumeiro de grande qualidade que agora consumimos”.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados