RCB/TuneIn
Segunda, 18 Out 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
ALTRAN: DO FUNDÃO PARA O MUNDO
Rádio Cova da Beira
A Altran produz, a partir do Fundão, projectos para todo o mundo. A multinacional, instalada no pavilhão multiusos, está presente em vários países europeus mas também na Ásia e América. Com escritórios em Lisboa, Porto e Fundão, onde estão actualmente a trabalhar 150 colaboradores dos mais de 650 que tem no país e dos mais de 25 mil que tem em todo o mundo, a Altran realiza a partir do Fundão projectos de diferentes sectores de actividade para todo o mundo.
Por Paula Brito em 29 de Jan de 2016

“Nós estamos a trabalhar com vários sectores de actividade, desde transportes, saúde, aeroespacial, assim como do governo, e desenvolvemos projectos a partir do Fundão em que diversos clientes internacionais e de referência apostam em nós”, explica Ricardo Almeida, um covilhanense que estudou na UBI e viu na Altran uma forma de regressar à terra de origem trabalhando na sua área de formação. Voltou há dois anos e deixa um exemplo de um projecto em que trabalhou e que faz parte dos muitos projectos que a empresa tem para clientes de todo o mundo. No caso, do Fundão para Inglaterra em colaboração com a NATO “o que fazíamos era cálculos estatísticos para criar novas rotas para os aviões, as rotas que estão em uso nos aeroportos de Inglaterra foram criadas em 1980. Nós criámos uma solução, conseguimos simular essas rotas e temos ganhos energéticos, de tempo, e esse projecto foi desenvolvido totalmente aqui no Fundão”.

Mas a presença da Altran no Fundão é também aproveitada pela região. Exemplo disso é o desenvolvimento de um projecto, ainda em curso, para o Centro Hospitalar da Cova da Beira “que é um piloto de telemonitorização de pacientes com uma doença crónica. Nós fazemos diariamente várias leituras com os pacientes em que se os pacientes saírem de um intervalo que foi estipulado pela equipa médica do CHCB, nós aconselhados o doente a ir ao hospital”.

Além disso, a Altran desenvolve os seus próprios projectos que vende no mercado como é o caso do “Second Vision”, que permite a quem está a ver televisão receber informação no seu smartphone de um assunto que ouviu e que pretende ver aprofundado. Uma tecnologia desenvolvida no Fundão que está a interessar operadores de todo o mundo.

Ricardo Almeida falava para os estudantes da escola secundária do Fundão na apresentação pública da iniciativa "Ignite your future" que conta com Altran com parceiro. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados