RCB/TuneIn
Segunda, 09 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
REPTO DE FUSÃO DAS CIMS “É EXTEMPORÂNEO”
Rádio Cova da Beira
Apelo de Vítor Pereira de fusão das Comunidades Intermunicipais das Beiras e Serra da Estrela com a Beira Baixa é “extemporâneo”, diz António Beites. O presidente da câmara de Penamacor e vice presidente da CIM da Beira Baixa, considera que não faz sentido pensar numa fusão antes do fim do actual quadro comunitário.
Por Paula Brito em 22 de Jan de 2016

O autarca recorda os compromissos já assumidos por uma e outra comunidade, separadamente, e apela ao realismo “nós temos que ser muito realistas e pragmáticos, há dois pactos assinados entre as comunidades e a CCDRC, que têm fundos e um conjunto de investimentos materiais e imateriais para cada um dos municípios que constituem as comunidades, e não creio que neste momento seja possível reverter algo sem haver uma revisão integral do que é o Portugal 2020”.

Não faz sentido pensar na união das duas CIM da Beira Interior antes do final do actual quadro comunitário. A reacção do vice presidente da CIM da Beira Baixa ao repto lançado por Vítor Pereira que na passagem da presidência da CIM das Beiras e Serra da Estrela deixou o apelo ao novo presidente, Paulo Fernandes, de promover a fusão das duas comunidades.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados