RCB/TuneIn
Sexta, 03 Abr 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
AMBIENTE GERA UNANIMIDADE
Rádio Cova da Beira
Aproveitando os resultados da cimeira de Paris, e do acordo internacional climático, com força legal, Conceição Martins, da bancada do PS, apresentou uma moção para que a nível local se avance nesta área.
Por Paulo Pinheiro em 24 de Dec de 2015

Depois de considerar que o momento é de concentrar esforços, pois é a vida coletiva que está ameaçada, Conceição Martins, que saudou a substituição das luminárias por ledes na zona histórica da cidade, apresentou a proposta do reforço da sensibilização da população para a separação de resíduos sólidos

"Criar um projeto que premei o cidadão que separa, que motiva os seus vizinhos a fazê-lo que seja pro activo na capacitação do outro  para atingir o objetivo da reciclagem. Numa primeira fase, medir a evolução da separação dos resíduos sólidos por aldeia. Se com o desenvolver do projeto houver a demonstração do aumento da quantidade de resíduos sólidos separados haveria de imediato, para dessa comunidade, uma redução na taxa de resíduos a pagar ao município. A monitorização seri afeita pela empresa que procede á recolha", defendeu.

A moção tem acolhimento na bancada do PSD que Carlos São Martinho disse ser um bom ponto de partida

"A proposta vai merecer  algum trabalho da nossa parte com a câmara municipal. É um bom ponto de partida, mas acho que devemos exigir de todos nós mais do que isto. Temos que colocar o nosso interior em comparação com o país", sublinhou o autarca social democrata.

A sustentabilidade ambiental no concelho é uma preocupação há muito do município e transversal a diversas áreas, disse o presidente da CMF que apontou o selo Eco XXI como um galardão que o concelho recebe há alguns anos

" Nós temos esse selo de sermos um município reconhecido a nível nacional do ponto de vista ambiental e temos também o reconhecimento de sermos o município com melhor qualidade de ar do país, que é algo muito importante e que utilizamos bastante para atracção de investimento estrangeiro, nomeadamente de mercados sofisticados".

No âmbito dos resíduos urbanos, Paulo Fernandes informou que decore uma negociação com a Resiestrela  para aumentar o número de ecopontos

" Entrámos numa candidatura que pretende aumentar a rede de todo o sistema em 500 ecopontos, queremos que uma parte significativa possam aqui ser colocados, no mínimo na proporção embota eu já tenha referido  que não chega esse rácio ecoponto por pessoa, dada a dispersão de aldeias que temos", refere.

Quanto à substituição de luminárias por led, o edil deu conta que, no âmbito da comunidade Beiras e Serra da Estrela, o município já se posicionou para não ter apenas as cerca de 500 substituídas  "mas podermos ir às 19 mil que o concelho tem e que poderia trazer uma mudança na despesa na área da iluminação pública, que atualmente ronda os 750 mil euros por ano para uma redução de cerca de 50 a 60% de redução  se passarmos para uma tecnologia led", explicou,

Ainda em termos ambientais, o presidente da CMF falou ainda no objetivo de redução de carbono

"Um dos indicadores do nosso plano é a redução de  220 toneladas de carbono por ano. Temos 63% da população da zona do grande Fundão que vem para o trabalho de carro se conseguirmos  nesta área alterar o paradigma e ter mais vias pedonais, mais ecovias e menos a componente carro, poderemos nos próximos cinco anos reduzir em 10% a atual percentagem", sustentou.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados