RCB/TuneIn
Domingo, 21 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
SERVIÇO NÃO PODE FECHAR
Rádio Cova da Beira
O presidente da câmara municipal de Idanha-a-Nova está preocupado com o futuro do serviço de urgência básica que funciona no centro de saúde daquela vila uma vez que essa valência não faz parte do despacho publicado pelo anterior governo onde é definida a nova organização da rede de urgência hospitalar.
Por Nuno Miguel em 27 de Nov de 2015

Outras da categoria:

Em declarações à RCB, Armindo Jacinto refere que “não iremos aceitar de modo nenhum que se encerre um serviço de saúde que já se reduziu durante o período nocturno; o concelho de Idanha tem características geográficas muito próprias, estamos longe de um serviço como o de Castelo Branco e há populações que estão a mais de uma hora de deslocação e por isso não é admissível que estes serviços fechem”.

O autarca idanhense refere que já reuniu com o presidente do conselho de administração da unidade local de saúde de Castelo Branco “que nos confirmou que esse encerramento não vai acontecer mas queremos ter a certeza que assim vai ser e vamos já fazer diligências no sentido de sermos recebidos pelo novo ministro da saúde para termos efectivamente a certeza de que este serviço não vai encerrar”.  


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados