RCB/TuneIn
Segunda, 26 Ago 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
JS: CANDIDATURA ASSUMIDA
Rádio Cova da Beira
João Martinho Marques é candidato à presidência da federação distrital de Castelo Branco da juventude socialista. O acto eleitoral vai decorrer no próximo dia 20 de Dezembro num congresso que vai decorrer no Fundão.
Por Nuno Miguel em 26 de Nov de 2015

O actual líder federativo, Gonçalo Silva, não se pode recandidatar ao cargo por limitação de idade. Em declarações à RCB o anterior presidente da concelhia da Covilhã já confirmou que está na corrida à liderança da distrital tendo recebido várias manifestações de apoio nesse sentido “já houve um grande número de militantes do distrito de Castelo Branco que me demonstraram apoio e eu, de forma a corresponder a todas essas manifestações, decidi avançar. Parece-me que depois do trabalho desenvolvido ao longo de dois anos na concelhia da Covilhã terei a possibilidade de dar um contributo válido à federação, onde pretendemos desenvolver uma acção séria ao nível das políticas de juventude”.

O candidato à liderança da federação distrital da JS refere que questões como o combate ao desemprego e a mobilidade vão merecer especial atenção ao longo do mandato “a questão da mobilidade é algo que é urgente tratar, sobretudo as consequências da introdução das portagens. A questão do emprego tem sido uma catástrofe no nosso distrito a quantidade de jovens que tem emigrado e nós sentimos que por parte do poder central não foi feito nada para resolver os problemas que temos no interior e sentimo-nos desapoiados em ternos de politicas nacionais”:

João Martinho Marques garante que aquela estrutura pretende ser a voz dos principais anseios dos jovens do distrito e exigir a adopção de políticas nacionais para combater os principais problemas que enfrentam, como por exemplo a fixação no interior “por exemplo houve uma aposta forte na criação de estruturas para fixar os jovens mas depois falta que os jovens consigam aceder a essas estruturas e tenham informação suficiente para poderem desenvolver projectos e criarem as suas próprias empresas e nós, sendo uma estrutura com muitos quadros válidos, vai assumir também nesta matéria um papel de reivindicação no sentido de se tomarem medidas para resolver estas e outras questões”. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados