RCB/TuneIn
Segunda, 11 Nov 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
800 MIL EUROS DE INVESTIMENTO
Rádio Cova da Beira
A comunidade intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela vai avançar para a instalação de um sistema de videovigilância na floresta em vários pontos do território com o objectivo de diminuir o número de incêndios que deflagram na região.
Por Nuno Miguel em 28 de Sep de 2015

A iniciativa já foi contratualizada com a CCDR do centro e o conselho executivo vai agora definir, em conjunto com os responsáveis da protecção civil, quais os melhores locais para a instalação das câmaras. Vítor Pereira entende que “este sistema de videovigilância é muito rigoroso e muito preciso; já temos vindo a dialogar com os serviços de protecção civil quais os locais indicados para colocar as câmaras e elas vão poder detectar uma grande cobertura de território e todas as movimentações que ali ocorram e quem atear um fogo pode ser rapidamente localizado uma vez que este equipamento tem a particularidade de poder até identificar uma matrícula e eu entendo que vai ser um investimento muito útil”. 

A questão dos incêndios foi abordada pelo autarca na última reunião pública da câmara da Covilhã onde Vítor Pereira não poupou nas críticas ao ICNF por não dar o exemplo no que diz respeito à limpeza e conservação da floresta “é preciso actuar no terreno e saber dar o exemplo; eu fui militar e quando dava instrução o primeiro a dar a instruções que dava era eu e por isso quem manda fazer deve dar o exemplo e infelizmente não assistimos a isso por parte desse instituto”.

Nesta reunião do executivo o autarca covilhanense sublinhou ainda que já foi aprovado o projecto de arquitectura para a ampliação e requalificação do quartel dos bombeiros voluntários da Covilhã. Uma obra há muito necessária, afirma o autarca “é uma necessidade absoluta porque há viaturas que estão a céu aberto, é preciso mais espaço para questões de logística e de treino dos próprios bombeiros e neste momento as instalações do quartel são escassas; vamos agora procurar financiamento para esta obra junto do novo quadro comunitário e eu espero que possa ser dada uma resposta à direcção dos bombeiros da Covilhã ainda antes do final deste ano”.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados