RCB/TuneIn
Domingo, 22 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
PENSÕES MÍNIMAS EQUIPARADAS AO ORDENADO MÍNIMO
Rádio Cova da Beira
Elevar a pensão mínima ao ordenado mínimo nacional e estabelecer um tecto para a pensão máxima é uma das principais propostas do Partido Unido dos Reformados e Pensionistas. O PURP, criado em Julho último, surge com o objectivo de dar voz aos mais de 3 milhões de reformados e pensionistas que segundo o cabeça de lista pelo distrito de Castelo Branco se sentem esquecidos pelo sistema político.
Por Paula Brito em 19 de Aug de 2015
“Não temos ninguém que nos represente ao nível político, estamos esquecidos, as pensões que os reformados recebem em muitos casos não dá para viverem, para comprarem medicamentos e se alimentarem, o que estamos a propor pensões mínimas ao nível do ordenado mínimo nacional”. José Pires, tem 66 anos, é natural de S. Miguel d´Acha, reside na Lousa e lidera a lista do PURP pelo distrito de Castelo Branco.

A mudança de regras e a adequação de preços praticados nas instituições que recebem idosos às pensões é uma das batalhas que pretende travar no partido “tem que haver novas regras para essa situação, e eu dou um exemplo, há pouco tempo pediram a um familiar 800 euros por mês para estar nos cuidados continuados, ora a reforma do casal é pouco mais do que isso, como é que sobrevive o outro elemento do casal?”.

A redução em 30% do salário do Presidente da República e a partir daí a redução dos salários de todos os políticos, bem como a limitação de mandatos também para os deputados na Assembleia da República, são outras das propostas do Partido Unido dos Reformados e Pensionistas.  


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados