RCB/TuneIn
Domingo, 25 Ago 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
SILO AUTO ALIENADO
Rádio Cova da Beira
A c√Ęmara municipal da Covilh√£ aprovou por maioria a aliena√ß√£o do parque de estacionamento da pra√ßa do munic√≠pio √† empresa municipal Icovi. A proposta foi discutida na √ļltima reuni√£o extraordin√°ria do executivo.
Por Nuno Miguel em 29 de Jul de 2015
Pedro Farromba, vereador do movimento “Acreditar Covilhã” votou contra a proposta por considerar que “a «Icovi» foi criada com o objectivo de gerir o sistema de água em alta no concelho da Covilhã; hoje gere piscinas, parques tecnológicos, água, sistemas de energia solar e quer ainda gerir actividade turística e agora parques de estacionamento. Estamos a falar de uma empresa que é multifacetada, assemelhando-se a um fundo de gestão de participações financeiras com a única diferença de que a empresa não detém quadros técnicos para fazer face a uma gestão tão alargada”. 
Uma decisão também criticada pelo vereador da CDU. José Pinto refere-se que a alienação do silo auto à “Icovi” é “uma opção que nós não compreendemos; é verdade que os estatutos referem que uma das vocações é a gestão de infraestruturas mas não a entendo pelo simples facto de a empresa não ter funcionários que possam reparar um interruptor, substituir uma lâmpada ou a cancela de acesso ao silo auto. Por outro lado vamos criar um constrangimento significativo em termos financeiros uma vez que ela vai ficar com uma dívida financeira desta grandeza”. 
Já quanto à decisão de alienar o parque de estacionamento à “Icovi”, o presidente da câmara da Covilhã refere que “essa opção foi seguida devido ao facto de a empresa, detida a 100 por cento pelo município, ter a gestão de infraestruturas como uma das suas missões; trata-se de uma opção que podia ser criticada se a empresa não fosse detida totalmente pela câmara mas não é esse o caso”.
Vítor Pereira refere que o voto contra dos vereadores da oposição é algo incrível uma vez que se manifestaram contra um benefício para o município. No entanto o presidente da câmara da Covilhã refere que este assunto acabou por reaproximar os vereadores Pedro Farromba e Nélson Silva “hoje verificou-se aqui uma reconciliação com o caos; foram visíveis as trocas de segredinhos e as mancomunações por parte dos senhores vereadores Pedro Farromba e Nélson Silva que agora fez um «flik-flak», que é algo a que já estamos habituados e não é por acaso que daquela banda só houve uma única declaração aos jornalistas e isso diz bem desse acerto”.  

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados