RCB/TuneIn
Quarta, 16 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
“UMA IGNIÇÃO PARA A FREGUESIA”
Rádio Cova da Beira
Vila do Carvalho vai recuar, no próximo fim de semana, à era do encanto e do medo. Durante três dias as principais artérias da localidade vão ser o palco para a realização da primeira edição do “Mystéria”.
Por Nuno Miguel em 28 de Jul de 2015
Recreações históricas e lendárias, animação de rua, tasquinhas e mercadores oriundos de toda a Península Ibérica são algumas das actividades que fazem parte do programa deste evento que o presidente da junta de freguesia espera que possa servir como ignição para o desenvolvimento económico de Vila do Carvalho “este evento pretende ser a ignição para uma transformação radical de uma freguesia que, quando eu cheguei, se dizia que estava a morrer. Os sinais que o governo nos está a dar é que o interior é para ficar para pastores e agricultores e eu recuso-me a aceitar isso. Estamos determinados a mudar o rumo e a criar aqui uma acção para que dentro de alguns anos as pessoas não digam que vão a uma aldeia que está a morrer mas sim a uma aldeia de mistério e encanto”. 
Pedro Leitão acrescenta que outro dos objectivos passa por retirar proveito de algumas das infraestruturas que estão a ser construídas para este evento e que possam durante todo o ano recordar o conceito da aldeia encantada “estamos a construir catapultas e espadas que depois deste evento vão ficar em exposição nos jardins da freguesia; vamos ter na nossa ribeira uma caixa com uma luz para simbolizar a «mystéria» e que durante o inverno vai ficar submersa, criando um efeito mítico em Vila do Carvalho; toda a iluminação vai ser feita com luzes led sendo que vão ser colocados pontos de luz em alguns dos locais mais emblemáticos de Vila do Carvalho, como é o caso da fraga grande e também estamos a criar equipamentos como casa do lobisomem, o trilho do terror ou a casa dos gritos que podem servir no futuro para catapultar o desenvolvimento de outras actividades na nossa freguesia”.
O autarca espera por uma grande afluência de pessoas à freguesia durante o próximo fim de semana e deixa um repto às populações no sentido de evitarem deslocar-se em viaturas próprias “não façam isso porque não vão sequer conseguir chegar às proximidades da freguesia porque nós não temos bolsa de estacionamento; celebrámos uma parceria com a «Covibus» que nos disponibilizou três autocarros que vão estar consecutivamente a levar e a trazer pessoas para este evento e se as pessoas vierem em carros próprios vão ficar horas numa fila, vão aborrecer-se e não nos conseguem visitar”.
A organização do evento é uma parceria entre a união de freguesias de Cantar Galo e Vila do Carvalho e a empresa “Terras de Viri´Arte” e não pretende ser uma feira medieval. Dina Madeira, responsável da empresa, refere que este evento “vai procurar criar um regresso à primeira era da terra média e queremos transportar as pessoas para um cenário semelhantes ao do «senhor dos anéis» ou à «guerra dos tronos». Vamos ter mercadores, bruxas, sacerdotisas, cavaleiros, a cigana, e pensamos que será bastante atractivo para que as pessoas nos possam visitar”:
O orçamento para esta edição do “Mystéria” vai rondar os 20 mil euros. Um evento que a organização para o qual a organização tem expectativas elevadas e que quer consolidar ao longo de próximas edições.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados