RCB/TuneIn
Quinta, 18 Out 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
PENAZEITES DESAFIA OLIVICULTORES
Rádio Cova da Beira
Com uma capacidade para produzir o quíntuplo, a Penazeites lança desafio aos produtores do concelho de Penamacor para olharem para a olivicultura não como meio de subsistência mas como actividade rentável. O desafio lançado no colóquio sobre a fileira do azeite organizado pela câmara municipal no âmbito da feira de produtos loca Terras do Lince.
Por Paula Brito em 28 de Jul de 2015

“Nós estabelecemos como objectivo moer entre 4 a 5 mil toneladas de azeitona em Penamacor e temos tido essa limitação de só conseguirmos obter cerca de mil toneladas no concelho. Por isso o desafio que lançamos quer aos olivicultores quer à câmara municipal é de tentar motivar os produtores a olharem para a olivicultura não apenas como uma actividade de subsistência mas como uma actividade que pode criar valor, pode criar riqueza e pode gerar lucros”. Eduardo Leal, o administrador da Penazeites, traçou como objectivo atingir a sua capacidade máxima de produção, em 2020 “fizemos investimentos avultados no início de 2014, instalámos uma nova linha de produção de azeite, aumentamos a capacidade de armazenamento, e portanto ficamos capacitados para chegar às tais cinco mil toneladas, agora precisamos de matéria-prima e em Portugal, onde ela existe é sobretudo no Alentejo”.

Sediada em Penamacor desde 1996, a Penazeites dedicou-se em exclusivo ao azeite e azeitona de mesa, mas nos últimos dois anos decidiu aproveitar os canais de distribuição e alargar o portfólio de produtos “há dois anos lançámos os azeites aromatizados e as pastas de azeitona, este ano acrescentámos ao catálogo as pastas de tomate, cogumelos e pimentos e as azeitonas de mesa, nas azeitonas de mesa ainda não tenho dados, mas no último ano, todos os produtos que não o azeite, já representaram 20% da nossa facturação”.

Com duas marcas no mercado, a Grão Mestre e a Pérola da Beira, a Penazeites tem como desafio de futuro aumentar a sua capacidade de produção até 2020. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados