RCB/TuneIn
Segunda, 15 Out 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
"PAEL √Č UM CASTIGO PARA OS FUNDANENSES"
Rádio Cova da Beira
Na √ļltima sess√£o da assembleia de freguesia de Silvares, a junta e a bancada do PS trocaram argumentos pol√≠ticos quanto √† gest√£o social-democrata da autarquia e tamb√©m do munic√≠pio do Fund√£o. Da bancada do PS, Carlos Morgadinho referiu que o programa de apoio √† economia local (PAEL) a que a c√Ęmara recorreu ‚Äú√© um castigo para todos os cidad√£os do Fund√£o‚ÄĚ.
Por Paulo Pinheiro em 25 de Jun de 2015

A discussão começou na análise ao protocolo estabelecido entre a junta silvarense e a CMF no que concerne à delegação de competências. Apesar do tesoureiro da junta ter garantido que Silvares foi a freguesia que mais aumentou o montante financeiro, mais 12 mi euros anuais, ara os socialistas, a junta deveria ter conseguido um melhor acordo.

Carlos Jerónimo não entende as posições diferentes entre socialistas do Fundão e de Silvares acerca da junta da vila

“A junta fica entalada entre alguns no Fundão, próximos do PS, que acham que Silvares foi beneficiada e o PS em Silvares que diz que foi uma má negociação. Alguém tem que se entender porque não podemos estar nesta sanduíche. Decidam-se lá”, desabafou.

Em Silvares, o PS tem números que confirmam a sua posição, disse Joana Bento que acrescentou “ Em 2014 tinham provisionado cerca de 46 mil e 600 euros e só realizaram 37 mil. Este ano apresentam 46. 312 euros. Ninguém ficará mais satisfeito que nós se esse valor se concretizar”.

Para Carlos Morgadinho, do Partido Socialista, após 16 anos de gestão social democrata na junta o discurso é idêntico ao que a então autarquia PS fazia, nomeadamente de dificuldades em obter mais apoios do município, e que então Carlos Jerónimo criticava

“Para mim é um espanto ouvir isto. Na altura (junta PS) também era assim, havia muitas dificuldades depois as vossas juntas tiveram muita sorte, tiveram as vacas gordas da Europa onde era só escrever que o dinheiro aparecia”.

O membro da bancada socialista foi mais longe e deixou a sua apreciação à gestão PSD do concelho do Fundão nos últimos anos

“Criaram uma dívida de mais de 80 milhões de euros, a CMF está sob o PAEL, mas o PAEL é um castigo para todos os fundanenses que estão a pagar impostos mais caros e já não vou falar no FAM (fundo de apoio municipal) que é o que vem a seguir e é outro castigo para os fundanenses”, disse.

O tesoureiro da junta não compreende as declarações do membro socialista porque “a junta não se queixou da diminuição de verbas porque não é real dado que houve um aumento dos montantes. Quanto ao PAEL e o FAM, este último ainda não ouvi falar disso”. Carlos Jerónimo desafiou Carlos Morgadinho a falar também destes assuntos na assembleia municipal do Fundão, onde integra a bancada socialista.

Quanto às vacas gordas, o ex-presidente da junta, recordou que em 1986 começaram os fundos comunitários, nomeadamente para área agrícola, “só que vocês não se recordam porque no Fundão havia uma fronteira que impedia que os fundos entrassem no concelho. Não foi só em 2001 que as vacas gordas vieram, já existiam há muitos anos, a questão é que não foram aproveitadas no concelho do Fundão”, concluiu Carlos Jerónimo.

 

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados