RCB/TuneIn
Segunda, 15 Out 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
FUNDÃO: PROJECTOS VENCEDORES
Rádio Cova da Beira
A construção de cinco mini campos de basquetebol na cidade e a substituição do portão de acesso ao jardim de infância de Peroviseu foram dois dos projectos mais votados no âmbito do orçamento participativo do Fundão e que assinaram os contratos de execução no último dia do concelho.
Por Paula Brito & Nuno Miguel em 21 de Jun de 2015

A dinamização da prática desportiva na cidade é o grande objectivo de Sandra Torres que candidatou a ideia dos cinco mini campos de basquetebol. Uma ideia que obteve 521 votos e que vai ser financiada com sete mil e 300 euros. Sandra Torres, promotora da iniciativa, refere que “no Fundão existe apenas um equipamento destes, na zona do Espírito Santo, e como eu sou mãe de dois filhos e um deles joga basquetebol sempre me fez confusão eles dizerem-me que iam à tabela. E então pensei, porque não colocar mais algumas e quando surgiu esta ideia do orçamento participativo decidi avançar.”  

 

Sandra Torres acrescenta que ainda não foi avançado qualquer prazo para a implementação da ideia, mas não esconde que gostaria de ter pelo menos um dos mini campos já a funcionar durante o próximo verão. Quanto aos locais de implantação foram sugeridos cinco espaços onde podem ser facilmente colocados “eu identifiquei a zona exterior do espaço «vivactivo», a entrada do passeio verde na zona industrial, o parque verde, o parque do convento e ainda a zona envolvente do pavilhão multiusos; são zonas com espaços amplos e onde estes equipamentos podem ser instalados”.

 

Outro dos projectos vencedores foi apresentado por Teresa Félix, educadora no jardim de infância de Peroviseu, e diz respeito à substituição do portão de acesso àquele recinto escolar e que obteve 91 votos. O investimento a realizar ronda os 1800 euros e vai permitir melhorar as condições de acesso ao jardim de infância e salvaguardar aspectos relacionados com a segurança dos seus utilizadores “esse portão está assente em dois rolamentos e face à sua dimensão e peso é muito difícil de movimentar e isso por vezes faz com que não seja completamente fechado; para além da difícil mobilidade essa questão pode também trazer alguns problemas ao nível da segurança e dai que logo que surgiu esta oportunidade a ideia foi candidatada e eu fiquei muito satisfeita pelo facto de ter sido aprovada”.

 

Teresa Félix espera que o portão que existe actualmente possa ser substituído durante o período das férias escolares para que no arranque do novo ano lectivo a questão esteja ultrapassada.   


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados