RCB/TuneIn
Domingo, 18 Nov 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
RALI NA GARDUNHA
Rádio Cova da Beira
Está marcado para o próximo dia 28 um rali de regularidade histórica na Serra da Gardunha que vai ser dividido por Castelo Novo e Alcongosta. A prova é organizada em parceria pela associação sócio cultural de Castelo Novo e pelo clube de automóveis antigos de Castelo Branco e tem como principais objectivos aliar a vertente do desporto ao lazer e contribuir para atrair visitantes ao concelho do Fundão.
Por Nuno Miguel em 16 de Jun de 2015
A prova foi apresentada em conferência de imprensa, e de acordo com o vice presidente da câmara do Fundão está inserida na política de promoção da Serra da Gardunha que a autarquia tem vindo a dinamizar. Miguel Gavinhos destaca ainda a tradição que o Fundão sempre evidenciou no desporto automóvel e que esta prova vai ajudar a recuperar “é uma prova desportiva mas também com uma componente de lazer e que recupera um aspecto que tem longos pergaminhos no concelho do Fundão que tem a ver com a paixão que existe pelos automóveis antigos e que vem aqui recordar grandes nomes do automobilismo que existem no Fundão e por isso aqui deixamos o repto para que este possa ser um passo para que no próximo ano se consiga chegar ainda mais longe”.
Joaquim Madrinha, dirigente da associação sócio cultural de Castelo Novo, tem expectativas elevadas em relação a esta prova e acredita que no futuro ela pode mesmo vir a afirmar-se como uma competição de referência a nível internacional “acho que será um dia fantástico não só para os participantes mas também para os espectadores. Castelo Novo e Alcongosta têm valores paisagísticos, patrimoniais e históricos que vale a pena visitar e o rali surge aqui como um incentivo para que mais pessoas possam visitar as duas localidades e eu acho que ele tem tudo para vir a ser sucesso e para poder crescer e poder-se criar aqui na nossa região uma prova de referência a nível internacional e é para ai que vamos canalizar os nossos esforços”: 
Neste rali vai ser dada primazia a todos os carros produzidos até 31 de Dezembro de 1990, embora se possam inscrever automóveis mais recentes. António Ramos, director da prova, refere que a realização do rali da Gardunha vai obedecer às normas de competição de regularidade histórica “cada um dos automóveis participantes vai realizar por três vezes os percursos; a primeira subida vai definir o tempo padrão que deve ser repetido na segunda e terceira subidas estando prevista uma fórmula para a classificação assente na rapidez e na regularidade mas existe um tempo mínimo de forma a que os automóveis nunca ultrapassem a média dos 50 quilómetros horários”.  
Nos dois locais vão ser criados parques de espectadores por forma a garantir as melhores condições de segurança para o público e para os pilotos sendo que as vias vão ficar totalmente interditadas à circulação durante a realização das provas. O prazo de inscrições está aberto até à próxima sexta-feira.  

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados