RCB/TuneIn
Quinta, 17 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
ALCONGOSTA: FESTA DA CEREJA COM MAIS ALICERCES
Rádio Cova da Beira
Festa da Cereja em Alcongosta (Fundão) volta a ter três dias. O ano passado, aproveitando o feriado do dia 10 de Junho, o certame desenrolou-se durante cinco, mas para a junta de freguesia sexta, sábado e domingo é o melhor figurino.
Por Paulo Pinheiro em 28 de May de 2015

Este ano, a festa acontece nos dias 12,13 e 14 de junho onde são esperadas mais de 30 mil pessoas. 200 autocarros estão confirmados para além de outros grupos que todos anos visitam o evento.

 

A primeira novidade de 2015 é o estacionamento, um quebra-cabeças que a autarquia conseguiu ultrapassar como anunciou à RCB o presidente da junta de Alcongosta

 

“Construiu-se um parque de estacionamento com cerca de quatro hectares planos a 50 metros da entrada da festa. Temos estacionamento para autocarros e viaturas ligeiras, era um grave problema que a festa tinha. Este ano quisemos colocar toda a gente na aldeia, onde podem comprar cereja e visitar o evento”, afirma o autarca.

 

Os autocarros vão continuar a efetuar o transfer entre Alcongosta – Fundão e vice-versa, mas colocar a viatura própria perto da festa não vai ser problema.

Outra inovação prende-se com uma zona da festa reservada a outros produtos gastronómicos do concelho do Fundão, que vão ser vendidos e trabalhados por chefes de cozinha de renome nacional na festa da cereja, salienta Miguel Batista:

 

“Temos cerca de 80 tasquinhas e deslocam-se à festa seis chefes d cozinha conceituados no país que vão trabalhar seis produtos do concelho. Este ano a festa da cereja é também uma montra de outros produtos do concelho como os enchidos, o queijo, entre outros”, declara o autarca.

 

Uma festa com muita cereja e animação. Para os mais distraídos, o autarca reafirma que o certame engloba duas festas distintas

 

“Temos que ter muito cuidado, existem duas festas da cereja: a diurna e a nocturna. A primeira atrai pessoas de todo o país, que compram os produtos, a noturna é a festa do copinho que não podemos fechar muito tarde. É muito complicado gerir esta festa”, admite o presidente da junta.

 

Para Miguel Batista, a Festa da cereja deste ano tem condições para ser uma das melhores de sempre “assim o tempo ajude e a cereja se venda”. Nas contas do autarca, podem ser transacionadas mais de 80 toneladas.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados