RCB/TuneIn
Quinta, 13 Dez 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
CMC MANTÉM VERBA
Rádio Cova da Beira
A câmara municipal da Covilhã vai manter uma verba de 500 mil euros no orçamento para o próximo ano destinada a projectos apresentados pelos cidadãos. A garantia deixada pelo presidente da autarquia numa assembleia participativa a que teve como grande objectivo mobilizar a sociedade civil para apresentar propostas a este modelo de governação que, de acordo com o edil, se pretende que seja “aberto e democrático”.
Por Nuno Miguel em 27 de May de 2015

Vítor Pereira refere que as propostas vão ser divididas em dois grupos, de acordo com o valor do investimento a realizar, e cada cidadão vai poder votar numa proposta de cada grupo “vamos ter um grupo para projectos de valor igual ou interior a 100 mil euros e um outro grupo que vai ser composto por 10 projectos e que vão perfazer um valor global de investimento na ordem dos 300 mil euros; cada munícipe que se registar na plataforma informática criada para esse efeito vai ter direito a dois votos ou seja que terá um voto para cada grupo de projectos e por isso vão ser4 os nossos munícipes a escolher de forma democrática e directa quais serão os projectos que a câmara da Covilhã vai incluir no seu orçamento e plano de actividades para 2016”

 

As propostas têm de ser apresentadas dentro de uma dezena de áreas temáticas que a autarquia já definiu e os cidadãos podem apresentar propostas de forma individual ou colectiva “todos os cidadãos com mais de 18 anos de idade que se relacionem com o concelho da Covilhã, sejam eles estudantes, residentes ou trabalhadores, podem apresentar projectos; nas assembleias participativas que vamos promover em todo o concelho vamos também procurar recolher contributos e também os representantes do movimento associativo e do mundo empresarial o podem fazer de forma isolada ou em conjunto. Esses projectos devem ser englobados nas áreas temáticas da cultura; turismo, comércio e promoção económica; desporto; espaços públicos; infraestruturas viárias; trânsito e mobilidade; modernização administrativa; protecção ambiental e energia; urbanismo e reabilitação urbana; saneamento e higiene e ainda segurança e protecção civil”.  

 

Vítor Pereira refere que a intenção da autarquia é a de realizar assembleias participativas em várias freguesias do concelho por forma a conseguir um maior envolvimento por parte da sociedade civil em torno deste projecto. As propostas devem ser entregues até ao próximo dia 14 de Junho, depois disso haverá um período de avaliação e a publicação vai ocorrer no dia 15 de Julho. A votação vai posteriormente decorrer entre 1 de Agosto e 30 de Setembro e os resultados finais vão ser conhecidos durante o mês de Outubro.

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados