RCB/TuneIn
Segunda, 25 Mar 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
MANUEL QUINTELA EXPLICA SUCESSO ALCANÇADO
Rádio Cova da Beira
Muitas dezenas de pessoas associaram-se à inauguração da quinta ampliação da "Casa Quintela", em Atalaia do Campo (Fundão). Com cerca de meia centena de colaboradores, os últimos investimentos, a rondar o milhão e meio de euros, permitem á unidade ficar com uma capacidade de produção anual de presunto de 1.100 toneladas, o que com a média de 10 quilogramas cada um dará cerca de 110 mil unidades.

Oiça os sons
Por Paulo Pinheiro em 27 de Apr de 2015

As obras incluem a criação de três novas salas de fatiados, que ficam equipadas "com o que de mais moderno há no mercado" e que permitirão dar uma "resposta mais adequada à procura, que hoje em dia passa mais pelos fatiados em detrimento das peças inteiras", assim como o reforço na exportação, área que representa 20% do volume e negócios anual da empresa, que ronda os oito milhões de euros.

 

A "Casa Quintela" , que produz presuntos, enchidos, cozidos e fumados., tem sabido degrau a degrau subir vários patamares, sempre com a máxima atenção à qualidade, referem os responsáveis da empresa (oiça o 1º som).

Há 27 anos, Manuel Quintela inicio o actual projecto, um caminho com valores, como sublinhou na cerimónia de inauguração.  Uma história de vida que "tocou" a Ministra" que não poupou elogios à estratégia do empresário (oiça o 2º som).

O presidente da CMF, que considerou Manuel Quintela um exemplo de "capacidade, empreendedorismo, inovação e também de humildade" disse que, actualmente no concelho do Fundão, o sector agrícola representa mais de 100 milhões de euros, (oiça o 3º som).

Os colaboradores que ajudaram a erguer a estátua que se encontra à entrada empresa enaltecem a postura do proprietário. Joaquim Silva e Maria da Graça são exemplos. (oiça 4º som)

Nesta deslocação a Atalaia do Campo, a ministra disse que o défice agroalimentar de Portugal está " a diminuir de ano para ano" mostrando-se- confiante que será debelado até 2020. De acordo com Assunção Cristas, só no último ano as exportações relativas a este sector aumentaram 7,8% e que simultaneamente as importações diminuíram 2,9%, sinónimo em Portugal "há mais produção, há mais gente a trabalhar  e acrescentar valor". De acordo com a governante, na área de intervenção do ministério da agricultura,a taxa de execução do PRODER está já nos 98%.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados