RCB/TuneIn
segunda, 26 set 2022
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
“CIÊNCIA AO CAFɔ
Rádio Cova da Beira
Raquel Ferreira foi a primeira convidada da iniciativa “Ciência ao Café”. A investigadora foi uma das distinguidas da 11ª edição das medalhas de honra “L´Oreal” Portugal para as mulheres na ciência devido ao trabalho que está a desenvolver para tratar doentes que sofreram acidentes vasculares cerebrais.
Por Nuno Miguel em 26 de Apr de 2015

Num ambiente mais descontraído do que aquele onde habitualmente trabalha, Raquel Ferreira apresentou as principais linhas desse trabalho de pós doutoramento que começou a desenvolver no ano passado e cujo projecto vai terminar em 2016 “aquilo que eu pretendo é desenvolver uma terapia que seja mais abrangente e eficaz para o doente que teve um AVC isquémico que é a forma mais prevalente em que se verifica uma interrupção do fluxo sanguíneo ao cérebro e em que o doente perde tecido neuronal, funções motoras e cognitivas, trás grandes encargos socioeconómicos uma vez que o período de reabilitação é longo e nem sempre completo e por isso eu quero arranjar uma forma de tornar esta recuperação mais curta e que o doente consiga sair do hospital com perspectivas optimistas de que vai ser uma recuperação eficaz”. 

Muitos jovens, nomeadamente alunos da faculdade de ciências da saúde da UBI, marcaram presença na primeira edição desta iniciativa, onde a investigadora deixou alguns conselhos para quem pretende seguir esta actividade “sejam resilientes e ambiciosos; o investigador que está a começar um trabalho tem de ter a noção de que vai demorar algum tempo e às vezes há retrocessos ou avanços durante o processo porque é impossível controlar por completo qualquer investigação mas, acima de tudo, saber que aqui se faz boa ciência e que com trabalho árduo e com ambição se consegue fazer projectos de qualidade e também estar numa equipa que tenha essa qualidade porque os recursos humanos são muito importantes”. 

O “ciência ao café” nasceu de um projecto de voluntariado que está a ser dinamizado através da faculdade de ciências da saúde e de acordo com José Eduardo Cavaco, responsável da iniciativa, pretende apresentar o conhecimento científico de uma forma mais simples aos cidadãos “nos últimos anos o número de doutorados aumentou assim como o número de laboratórios e as pessoas questionam-se o que é a ciência; desta forma nós queremos trazer a ciência para fora do laboratório por forma a traduzir em palavras mais simples aquilo que acontece durante os processos de investigação”.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2022 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados