RCB/TuneIn
Segunda, 21 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
COVILHÃ: PRESIDENTE DA CMC FAZ BALANÇO DE GESTÃO
Rádio Cova da Beira
O presidente da câmara municipal da Covilhã aproveitou a sessão solene comemorativa do 25 de Abril para fazer um balanço de 18 meses na liderança da autarquia covilhanense.
Por Nuno Miguel em 25 de Apr de 2015
Vítor Pereira sublinha a difícil situação financeira que foi encontrada aquando da tomada de posse mas sublinha que foi possível inverter o rumo que estava a ser seguido, manter a capacidade de realização de obras em todo o concelho e diminuir o valor da dívida

 

"Em pouco mais de um ano de mandato reduzimos o passivo da câmara municipal em mais de 13 milhões de euros. Apesar da situação financeira difícil em que nos encontrávamos conseguimos, neste ano e meio de mandato,  realizar obras. Muitas obras que traduzem desenvolvimento para a nossa terra e lanço um desafio: Conhecem mais algum município da nossa dimensão no Interior do país que esteja a realizar obra num total superior a 15 milhões de euros?. Este feito é tanto mais meritório quanto a debilidade financeira em que encontrámos a câmara municipal".

 

 

O autarca covilhanense sublinha que as medidas de gestão já adoptadas permitiram evitar que a câmara da Covilhã tenha de recorrer ao fundo de apoio municipal:

 

"Resgatar o município da entrada do Fundo de Apoio Municipal (FAM), em que herdámos a câmara em 2013, é sinónimo de libertar todos os covilhanenses  de um pacote de austeridade com consequências nefastas para toda a nossa economia, para o nosso território e para a nossa população. A resposta chegou há poucos dias, informando-nos que, tendo em conta as medidas adoptadas e o comportamento  responsável da actual gestão municipal, o município da Covilhã está dispensado  de adesão ao FAM e a todos os constrangimentos  e penalizações que tal implicariam".

 

Uma sessão solene onde Vítor Pereira anunciou o cumprimento de uma promessa feita aos covilhanenses na última campanha eleitoral; a criação da figura do provedor do munícipe. Um lugar que vai ser desempenhado por Elisa Pinheiro, antiga directora do museu de lanifícios da UBI:

 

" A Dr.ª Elisa Pinheiro aceitou o convite que lhe dirigi pelo que irá desempenhar, proximamente, a função de provedora do munícipe. Dispensa apresentações, o seu passado e curriculum falam por si. Estou certo de que não podíamos ter encontrado uma personalidade mais adequada ao desempenho destas importantes funções. Desejo-lhe os maiores sucessos e votos de um bom trabalho pois estou certo que com o seu labor e dedicação melhorará a qualidade da democracia no nosso concelho".  

 

Vítor Pereira referiu-se também, embora de forma superficial, em relação ao diferendo que opõe a autarquia e a empresa “Parq C” e garante que qualquer solução que vier a ser proposta será menos onerosa para os covilhanenses do que o principio de acordo estabelecido pelo anterior executivo

 

" Como tive oportunidade de explicar e demonstrar documentalmente a toda a população em Fevereiro de 2013, o que estava em causa era uma proposta de acordo com o privado da Parq C que foi rejeitado e que implicaria o pagamento de 13 milhões de euros ao privado. Sobre este assunto, irei brevemente pronunciar-me com mais detalhe e profundidade, mas quero já adiantar e assegurar a todos os covilhanenses que qualquer que seja a solução a adoptar ela será substancialmente inferior aos 13 milhões de euros iniciais". 

 

O presidente da câmara da Covilhã afirmou ainda que enquanto estiver em funções vai continuar a lutar em prol de medidas fundamentais para o concelho e para a região, como a supressão das portagens na A 23 ou a dotação de novas valências para o centro hospitalar da Cova da Beira.

 

A esse propósito o autarca esteve reunido recentemente com o secretário de estado da saúde, tendo obtido garantias de que o serviço de cardiologia de intervenção vai começar a funcionar em breve

 

"Tenho fundadas esperanças que esta nossa reivindicação seja consequente e a abertura da valência de cardiologia de intervenção seja uma realidade a breve prazo, pelo menos isso me transmitiram o Secretário de Estado da Saúde e o presidente da ARS Centro. Cá estaremos para aplaudir e saudar, se for o caso, como me foi garantido".

 

A inauguração do novo balcão único da Covilhã e a apresentação do projecto de requalificação do rés de chão do edifício da câmara municipal foram outros dos pontos altos desta sessão solene.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados