RCB/TuneIn
Segunda, 21 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
MEDIDA RECEBIDA COM AGRADO
Rádio Cova da Beira
O presidente da comissão política distrital do PSD aplaude a decisão do governo em avançar para a criação de um grupo hospitalar na Beira Interior que envolve os hospitais da Covilhã, Guarda e Castelo Branco.
Por Nuno Miguel em 24 de Apr de 2015
Manuel Frexes acredita que é possível concretizar essa iniciativa antes do final da actual legislatura uma vez que se trata de um modelo determinante para reforçar a colaboração entre as unidades hospitalares da região “eu estou muito de acordo porque desde o inicio do meu mandato que a distrital sempre defendeu este modelo, ele é importante porque faz com que os hospitais colaborem e deixem de estar de costas voltadas uns para os outros e nos precisamos de ganham essas sinergias para ter mais e melhor saúde; este agrupamento vai conjugar as três entidades mantendo cada uma delas a sua identidade própria e eles próprios, que são quem conhece bem o tema, poderem determinar onde é que as várias valências vão ficar, os novos investimentos que são precisos, mas sempre de uma forma coordenada” 
O líder da distrital social democrata está ainda convicto de que a criação deste grupo hospitalar não vai causar qualquer perda de valências nos hospitais da região “aquilo que se pretende é potenciar as valências que temos e até procurar novos serviços porque hoje há muitas situações em que as pessoas tem de sair da região para ser tratadas em Lisboa ou Coimbra e com este grupo já podem ter aqui esses serviços de saúde porque o seu reforço é aquilo que nós aspiramos; queremos aproximar os serviços de saúde das pessoas e ter entidades que não passam a vida a digladiar-se umas com as outras e a fazerem concorrência umas às outras. Esse não é o caminho. O caminho da concertação, do diálogo, do entendimento e da cooperação é que é aquele que devemos seguir”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados