RCB/TuneIn
Terça, 23 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
UNHAIS SOMA E SEGUE... VIT?RIA SOBRE A ADEP POR 2-0
A equipa do Unhais da Serra, bateu e Penamacorense por 2-0, num Derbi bem disputado, em que os comandados de Ant?nio Real, aproveitaram bem as oportunidades de golo que tiveram...
Por Rui Fazenda em 28 de Oct de 2007

Um Derbi, é sempre um jogo de caracteristicas especiais, e este tinha alguns condimentos que o tornavam ainda mais especial. Frente a Frente, estava a dupla que na época transacta comandou o Penamacor no excelente campeonato que a equipa raiana realizou na temporada passada.

Agora Antonio Real, comanda o surpreendente Unhais e Vitor Salvado, comanda o Penamacorense. Neste Derbi, interessante e bem disputado, nem o Sol quis faltar, trazendo consigo uma temperatura muito agradável, quer para o muito público que se deslocou ao Paul, quer para os atletas.

Começou melhor a equipa do penamacorense, que aos 17', levou a bola a beijar o poste da baliza de  Valezim, quando Pedro Silveiro com um toque subtil, desviou a bola levando-a a bater no Poste. Na ressaca desse lance nem Cristophe, nem Graça conseguiram fazer a recarga.

E nestas coisas do Futebol, já sabemos que quando não se marca... normalmente sofre-se, e foi o que aconteceu ao Penamacor,  após ter desperdicado uma clara oportunidade de golo, viria mesmo a sofrer o tento inaugural da partida, por intermédio de Navarro que aproveitou uma boa jogada de Claúdio e com um remate de "raiva", fez o 1-0 para a formação de António Real.

Aos 32' Toni, surgiu em boa posição para igualar a partida mas permitiu uma boa defesa a Valezim.

Chegava-se ao intervalo com  vantagem do Unhais por 1-0. Antonio real deixou nos balnearios Vaz Alves e lançou para o segundo tempo, Ruben.

Logo aos 47', o Penamacor iria ficar reduzido a 10 elementos, quando Marco, cortou com a mão, um lançe de ataque do Unhais. Sandro Soares o árbitro que viajou de Leiria, entendeu que Caniço podia ficar em posição de fazer golo, e mostrou o vermelho directo a Marco. A mim, sinceramente perece-me que foi uma punição exagerada do juiz, pois o lançe decorre ainda bem longe da area de rigor e havia dois jogadores do Penamacorense que podiam evitar o golo.

A perder por 1-0 e a jogar com menos um elemento, Vítor Salvado via-se obrigado a alterar o xadrez da sua equipa, mas enquanto preparava uma substituição ainda apanhou um susto, quando Navarro aos 49' falhou uma clara oportunidade para o Unhais ao rematar por cima da barra de Oleh, quando este já estava no solo.

Vítor Salvado reequilibrou a equipa, retirando Azenha, e colocando outro central Sérgio. Respondeu bem o Penamacor à desvantagem numérica, e conseguiu partir à procura do empate. Mas pela frente tinha uma equipa pragmática, que faz lembrar as equipas italianas que deslumbraram a Europa do futebol, não pelo brilhantismo do seu futebol, mas pelo pragmatismo que traziam ao jogo, deixando o seu adversário dominar o jogo, assumir a despesa... puxando-o para junto da sua baliza, e depois em rápidos contra-ataques resolver as partidas. E foi isso mesmo que o Unhais fez, passou as despesas do desafio para o Penamacorense, fechando-se muito bem na sua defensiva e depois sempre que podia, desenhava rápidos e perigosos contra-ataques. Aos 88' fez mesmo o 2-0, por intermédio de Caniço, que apanhou o Penamacor todo balanceado para o ataque, e Caniço, passou por Caronho, isolou-se e à saída de Oleh fez o 2-0.

Uma vitória justa do Unhais, se bem que a vantagem minima  se ajusta-se mais ao que se passou dentro das 4 linhas.

Quanto a Sandro Soares, o árbitro que viajou de Leiria, foi demasiado rigoroso na expulsão de Marco com Vermelho Directo, mas na generalidade fez um trabalho positivo. 

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados