RCB/TuneIn
Segunda, 23 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
FUTSAL ? FUND?O PERDE NA NEGRA E FICA DE FORA
No 3? jogo dos ? de final do play-off do nacional da 1? divis?o, a Desportiva do Fund?o ficou de fora depois de ter perdido em Vizela com a Funda??o Jorge Antunes, por 5-3.
Por José Joaquim Ribeiro em 24 de May de 2009
Os fundanenses até foram melhores que o seu adversário no decorrer da 1ª parte, período no qual esteve em vantagem por três vezes, no entanto, a segunda parte foi quase totalmente dominada pela equipa da casa e por isso conseguiu dar a volta ao resultado acabando por vencer com uma diferença de dois golos.

Os fundanenses entraram fortes, a pressionar o adversário e a conseguir transições rápidas que lhe permitiu marcar três golos contra dois do seu adversário. Primeiro foi Carapito, aos 7’, a dar a melhor sequência a um lançamento para a zona de 10 metros, a rematar e a ser feliz, dois minutos depois a Fundação empatou por Cristiano, depois de um ressalto de bola, quando parecia que Bruno Pereira tinha o controlo da situação. Um minuto volvido novo golo para os fundanenses, desta feita apontado pelo veterano Paulo Pinto, depois de assistência de Esteves. A Fundação voltou a crescer e, três minutos depois conquista novo empate, desta feita num auto-golo de Couto que, na ânsia de aliviar uma bola que foi metida por Tiago para a zona de finalização nada mais fez que introduzir a bola na sua própria baliza. Foi também num lance em que a bola tabelou num jogador da Fundação, Coelho, que Vinícius conseguiu dar nova vantagem aos fundanenses. Foi com este resultado que se chegou ao intervalo.

Na segunda parte, logo a abrir, a Desportiva podia ter ampliado o marcador mas a bola caprichosamente esbarrou no poste da Baliza de Vítor Hugo. Este aviso alertou os jogadores da casa, que foram sempre muito apoiados pelo seu publico, e passaram a dominar por completo o jogo. Mide, aos 23 minutos igualou a contenda, aproveitando um desentendimento de Carlinhos e Bruno, o mesmo jogador, quatro minutos depois deu a primeira vantagem à sua equipa, conseguindo antecipar-se, de cabeça ao guardião fundanense.

A vencer pela primeira vez, com mais soluções no banco e apoiadas por um público que nunca deixou de acreditar, a Fundação passou a gerir a vantagem e o tempo. A Desportiva ainda tentou chegar a nova igualdade, jogando com guarda-redes avançado, mas foi a Fundação que acabaria por arrumar o jogo a seu favor, com novo golo de Mide, a três minutos do final da partida.

A Desportiva do Fundão que já tinha feito aquilo que se lhes pedia, que era ficar entre os primeiros oito clubes que garantiam desde logo a manutenção, chegou a sonhar com a possibilidade de poder atingir as meias finais, depois de ter vencido com grande querer a equipa de Vizela no primeiro jogo deste play-off, no entanto esse sonho não passou disso mesmo, de um sonho, que ainda durou mais um dia do que muitos vaticinavam, foi o prémio para o empenho que todos os atletas colocaram ao serviço do clube. Terminaram o campeonato com muita dignidade e isso era o que mais importava para os fundanenses que gostam de futsal.

Agora é hora de balanço e, provavelmente, de se começar a preparar o próxima temporada para que não aconteçam alguns sobressaltos que aconteceram no decorrer desta.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados