RCB/TuneIn
Sexta, 29 Mai 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
FUTSAL - FUND?O PERDE EM VIZELA E VAI A 3? JOGO
Foi um jogo de grandes emo??es aquele que se viveu em Vizela, entre Funda??o Jorge Antunes e Desportiva do Fund?o, para os ? de final do play-off do campeonato nacional da 1? divis?o. A equipa da casa venceu por 6-4 e remeteu a decis?o de apuramento para o terceiro jogo que se vai realizar este domingo, pelas 16 horas, de novo com transmiss?o na RCB.
Por José Joaquim Ribeiro em 23 de May de 2009
A Desportiva foi a primeira a marcar, neste segundo jogo, por intermédio de Bruno Pereira, quando o cronómetro assinalava 4 minutos, no entanto a equipa da Fundação reagiu e marcou, no minuto seguinte o tento da igualdade, por Marinho. Num lance que terá sido ajuizado ao contrário pela dupla de árbitros, duas senhoras, visto ter ocorrido uma cotovelada de Tiago sobre Couto, o mesmo Tiago colocou a Fundação na liderança do marcador. Até ao intervalo, com a equipa fundanense a atingir muito cedo as cinco faltas, a Fundação teve ocasião para aumentar a conta através de três livres de 10 metros, que desperdiçou, no entanto ainda teve tempo para marcar o terceiro, por João, que construiu uma belíssima jogada individual e finalizou com êxito. A poucos segundos do intervalo Vinícius também haveria de desperdiçar um livre de 10 metros, concluindo-se, assim os primeiros 20 minutos com o resultado a registar 3-1 para os donos da casa.

Na segunda parte o jogo foi dividido e Bruno César, a passe de Esteves reduziu para 3-2, fazendo renascer a esperança fundanense, uma esperança que se esfumou quando Andersen fez falta para cartão amarelo e, como o jogador fundanense já tinha sido admoestado, foi expulso, deixando a equipa reduzida a quatro. Este período foi aproveitado para a Fundação voltar a marcar, desta feita por Mide. Acto contínuo o técnico fundanense apostou em jogar com guarda-redes avançado. Desta estratégia tirou dividendos visto que, aos 38 minutos Bruno Pereira reduziu para 4-3 e, a 20 segundos do final, Vinícius fez o empate, remetendo o jogo para prolongamento.

Foi com este empate a quatro tentos e as duas equipas tapadas em faltas que se iniciou o primeiro período de 5 minutos. Logo aos 2’ João Leite, com mais uma bela jogada ofereceu o golo a Marinho que não desperdiçou. Na segunda parte do prolongamento houve lugar a mais três livres de 10 metros, o primeiro desperdiçado por Tiago, que podia ter colocado a Fundação com vantagem de dois golos, depois foi Bruno Pereira que falhou a possibilidade de empatar e de novo Tiago, agora a ser mais feliz, a marcar e a fixar o resultado em 6-4. Poucos segundos depois terminaria a partida ficando tudo adiado até amanhã, quando as duas formações se defrontarem no terceiro e decisivo jogo.

Os jogadores das duas equipas tiveram uma grande dignidade, lutando até final pelo resultado que mais lhes convinha. A Fundação, pelos desperdícios, mereceu vencer, mas a equipa fundanense nunca baixou os braços e acreditou sempre que podia resolver a eliminatória nesta segunda partida.

Também amanhã se irão defrontar Freixieiro e Sporting visto neste segundo jogo ter sorrido a vitória à equipa do concelho de Matosinhos, por 7-6, após prolongamento. Como no primeiro jogo o Sporting venceu o tira teimas será, de novo no Choradinho, o Pavilhão do Freixieiro. Entretanto, Benfica e Belenenses já estão apurados para as meias finais, depois de terem derrotado nesta segunda mão o Instituto D.João V, por 4-2 e o Alpendorada, por 5-2, respectivamente.

A não perder o relato do terceiro jogo na antena da RCB a partir das 16 horas.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados