RCB/TuneIn
S√°bado, 24 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÔŅĹTICA
POLO INAUGURADO
Rádio Cova da Beira
Começa a funcionar em Janeiro o primeiro polo descentralizado do centro de actividades do concelho da Covilhã. A estrutura vai funcionar no edifício da antiga escola da Borralheira, anexa da freguesia do Teixoso, e pretende dinamizar junto dos idosos algumas das valências do espaço sede que funciona na praça do município.
Por Nuno Miguel em 26 de Dec de 2014

José Valério, presidente da união de freguesias de Teixoso e Sarzedo, congratula-se pelo facto de este ser o primeiro polo descentralizado do centro e que permite concretizar o objectivo de dinamizar aquela antiga escola “muitas vezes nas assembleias de freguesias dizia-se que a junta de freguesia nunca iria conseguir abrir esta casa mas este tipo de casas não podem ser abertas e depois virar-lhes as costas e é isso que nós vamos fazer; espero que a partir do inicio do ano os idosos da nossa freguesia possam vir aqui para que, pouco a pouco, isto se possa desenvolver e definirem connosco quais os eventos que podemos aqui fazer”.

Uma cerimónia onde o presidente da câmara da Covilhã se mostrou sensibilizado pelo facto de estar a ser dada uma nova ocupação à escola do primeiro ciclo que frequentou como aluno. Vítor Pereira refere que “vamos tentar replicar algumas das actividades que já decorrem em grande escala no edifício junto da câmara municipal, que actualmente já é frequentado por centenas de pessoas, mas eu sempre tive a ideia de que os idosos da Covilhã não são idosos de primeira e os das zonas rurais são idosos de segunda e por isso mesmo quem reside fora da sede de concelho deve usufruir dos mesmos benefícios que os outros”.

O presidente da autarquia covilhanense acrescenta que as actividades vão ser desenvolvidas de acordo com as preferências manifestadas pelos idosos “a partir do inicio de Janeiro vamos ter aqui as nossas equipas técnicas para dialogar com as pessoas e definir quais as actividades que aqui podemos levar por diante; numa primeira fase contamos abrir portas duas vezes por semana, mas dependendo da afluência podemos equacionar vir a ampliar esse número”.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados