RCB/TuneIn
Quinta, 22 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
USCB RESPONDE AO PROVEDOR
Rádio Cova da Beira
A devolu√ß√£o do hospital do Fund√£o √† Miseric√≥rdia √© a pol√©mica que aquece a quadra natal√≠cia na regi√£o. Em comunicado, a USCB responde ao provedor da Santa Casa da Miseric√≥rdia do Fund√£o que classificou a posi√ß√£o da Uni√£o dos Sindicatos do distrito de Castelo Branco de ¬ďideol√≥gica expressa de uma forma tosca e ofensiva¬Ē, revelando ¬ďum profundo desconhecimento das coisas¬Ē. Na resposta, a USCB diz que ¬ďa √ļnica coisa que desconhecemos s√£o os pormenores da negociata¬Ē.
Por Paula Brito em 23 de Dec de 2014

Para o provedor, “o mais fácil foi ofender (de preferência pelas costas), prática em que é absolutamente exímio”, diz a USCB em comunicado onde repete estarmos perante “um cambalacho e uma negociata, um roubo ao SNS feito a duas mãos (apelando a que não passe a ser a quatro) que põem em causa os interesses de todo o Estado e em particular os interesses das populações do Fundão e do Centro Hospitalar da Cova da Beira”.

Para a USCB não se trata de uma devolução, antes a entrega de um bem público com consequências que não se circunscrevem ao Fundão porque “o roubo diz respeito a todos os contribuintes, estejam onde estiverem”.

A USCB agradece o facto de o provedor a acusar de ter uma posição ideológica, que se traduz na defesa do SNS que a Constituição da República consagra. “Outros, como ele, colocam-se à margem da lei porque atropelam a Constituição e defendem o regresso ao passado em que o direito à saúde só estava acessível aos ricos”.

A USCB garante que tudo fará para impedir a situação desafiando Jorge Gaspar a actuar em conformidade se considerar as posições da União ofensivas, já que para a “será um prazer termos a oportunidade de demonstrar que andam a fazer caridadezinha com o dinheiro de todos nós e que andam a fazer figura de misericordiosos à custa do erário público.”


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados