RCB/TuneIn
Quarta, 26 Jun 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
MUTUALISTA QUER REFORÇAR APOSTA
Rádio Cova da Beira
A associação de socorros mútuos da Covilhã pretende reforçar a oferta ao nível de camas disponíveis para a sua vertente de lar.
Por Nuno Miguel em 30 de Nov de 2014

Actualmente a capacidade está esgotada e a direcção da instituição quer avançar com uma candidatura a fundos comunitários com o objectivo de reforçar a resposta que já existe uma vez que o número de solicitações tem vindo a aumentar. Nélson Silva, presidente da direcção da associação de socorros mútuos da Covilhã refere que “se actualmente tivéssemos mais 40 camas elas estariam seguramente todas ocupadas e estamos à espera da abertura do novo quadro comunitário de apoio para ver até que ponto podemos vir a reforçar a nossa oferta de camas; naturalmente que não nos podemos esquecer que este edifício é muito pressionado na sua utilização diária porque temos os nossos utentes nas estruturas residencial e de centro de dia mas também temos aqui um centro clinico e uma farmácia o que significa que muitas pessoas aqui acorrem diariamente e nós precisávamos de alguma maneira de ultrapassar isso”.  

A associação presta apoio a 160 idosos nas valências de lar, centro de dia e apoio domiciliário. O líder directivo da mutualista acrescenta que, devido às limitações de espaço, a instituição não pode avançar para a ampliação do lar que funciona no centro comunitário de apoio ao idoso. Dai que a solução passe por rentabilizar um outro imóvel que também é propriedade da instituição “nós temos um outro edifício na avenida de Santarém para onde temos o projecto das residências assistidas e ai podemos vir a pensar numa situação de alargamento da oferta que hoje já temos seja ao nível de centro de dia ou de estrutura residencial; estamos por isso a analisar aquilo que diz respeito ao novo quadro comunitário e vamos que oportunidades podemos ter nesse sentido”.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados