RCB/TuneIn
Quarta, 28 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
“APOSTA ESTRATÉGICA”
Rádio Cova da Beira
O centro hospitalar da Cova da Beira quer duplicar, no próximo ano, o número de serviços de assistência ao domicilio. O objectivo traçado pelo presidente do conselho de administração daquela unidade de saúde à margem de uma acção em que vários órgãos de informação acompanharam no terreno os trabalhos de diversas equipas em várias freguesias do concelho.
Por Nuno Miguel em 25 de Oct de 2014

Actualmente são realizadas cerca de seis mil visitas domiciliárias por ano e a intenção dos responsáveis passa por chegar às 12 mil em 2015 e também alarga-lo a outros serviços, nomeadamente a obstetrícia, o que deverá acontecer até final do ano.

Este tipo de cuidados já é prestado nos serviços de cirurgia, medicina 1/pneumologia, medicina 2, ortopedia, imunohemoterapia, psiquiatria e também o serviço domiciliário do hospital do Fundão “está previsto que a partir de Janeiro a área da saúde materna também vá para o terreno e por outro lado vai existir também um alargamento do âmbito de acção e nos serviços que já estão em actividade também se vai verificar um reforço da aposta e pensamos que dessa forma vamos poder duplicar o número de intervenções que vamos fazer até final deste ano”. No caso da obstetrícia, com o acompanhamento das mães e bebes durante 30 dias após o parto, o serviço de apoio domiciliário deve entrar em funcionamento até final do corrente ano.

 

Miguel Castelo Branco acrescenta que o reforço da aposta na área dos serviços domiciliários permite facilitar a vida aos utentes, que deixam de ter de se deslocar aos serviços de saúde para realizar pequenos tratamentos e simultaneamente diminuir também o risco de se contraírem infecções hospitalares “essa é sempre uma   


  

  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados