RCB/TuneIn
Quinta, 17 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
CORD?O HUMANO N?O PRECISA DE PR?-AVISO
A uni?o de sindicatos de Castelo Branco (USCB) considera que o protesto com que recebeu Jos? S?crates, no passado dia 9 de Outubro na Covilh?, n?o necessitava de ser comunicado. No entanto, aquela estrutura sindical recorda que avisou a c?mara municipal da Covilh? dia 6 sobre a manifesta??o.
Por Paulo Pinheiro em 18 de Oct de 2007
Baseando-se na lei, a USCB refere que”tratando-se de um cordão humano, sem corte de trânsito, não seriamos obrigados a qualquer comunicação”. Em comunicado, aquela estrutura sindical, recorda que dois dias antes já havia avisos, com o timbre da união, a informar da realização do protesto “ caindo por terra o argumento dos rumores” referido pelo ministro da Administração Interna na Assembleia da República. Factos que levam a união dos sindicatos do distrito de Castelo Branco a recolocar questões que considera não estarem esclarecidas: “Porque razão a polícia foi ao sindicato de professores da Região Centro e não à sede da união dos sindicatos de Castelo Branco?” e “onde está a comunicação da manifestação de apoio ao Primeiro-ministro?”. Para a USCB as explicações dadas pelo ministro da Administração Interna, esta semana na comissão de assuntos constitucionais, liberdades e garantias, “são manobras de diversão que continuam a não responder às questões essenciais”. Também o sindicato de professores da Região Centro (SPRC) reafirma o repúdio pelos acontecimentos registados. Em comunicado considera, conhecido o resultado do inquérito da IGAI, que são mais fundados os receios que “o país esteja a viver uma página negra em matéria de salvaguarda da liberdade conquistada em Abril de 1974”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados