RCB/TuneIn
Segunda, 08 Mar 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
270 MIL EUROS DE INVESTIMENTO
Rádio Cova da Beira
A câmara da Covilhã formalizou ontem a celebração de nove protocolos com associações e colectividades do concelho. Uma cerimónia integrada no programa comemorativo do dia da cidade e que, de acordo com o chefe do executivo, se reveste de um simbolismo muito especial dada a importância que o movimento associativo tem em todo o concelho.
Por Nuno Miguel em 19 de Oct de 2014

Outras da categoria:

 

Vítor Pereira refere que se tratam dos apoios possíveis devido aos condicionalismos financeiros que o município atravessa, mas garante que em breve outras colectividades serão apoiadas “sabemos que é pouco mas, como diz o povo, é dado de muito boa vontade; hoje é o vosso momento e outro dia será o dia de outras colectividades porque para nós todas o merecem e não há associações de primeira nem de segunda e cada uma tem a sua missão; a nossa missão é a de bem servir os covilhanenses e nesse sentido esperamos poder ir de encontro às vossas expectativas”.

 

Uma das instituições apoiadas foi a casa da Covilhã em Lisboa, que foi contemplada com uma verba de 30 mil euros, destonados à realização de obras da sua sede social. António Vicente, presidente da direcção, sublinha a importância deste apoio para a concretização de um objectivo com vários anos “há cerca de seis anos que esperamos por este apoio uma vez que ele é fundamental para poder levar por diante obras de requalificação da nossa sede que são necessárias para dar mais conforto aos nossos sócios e a partir dai levar por diante mais actividades; nós não queremos ser o parente pobre mas sim considerados uma associação como as outras uma vez que temos as portas abertas para todos e queremos continuar a ser os embaixadores da Covilhã em Lisboa”:

 

Também o rancho folclórico da Boidobra foi apoiado com 10 mil euros para comparticipar os trabalhos do centro de artes tradicionais daquela vila. Paulo Jerónimo, presidente da direcção, sublinha que foi feita alguma justiça ao trabalho que a instituição tem vindo a desenvolver “nos últimos sete anos não recebemos qualquer apoio por parte da autarquia e por isso em parte fez-se justiça embora seja uma verba reduzida para o investimento que tivemos que efectuar no centro interpretativo e o compromisso que foi assumido no passado dia 25 de Abril fica agora, em parte, concretizado; espero que no futuro possam existir possibilidades de existirem outros apoios às nossas actividades”.

 

Nesta cerimónia foram ainda assinados protocolos com o CCD Académico dos Penedos Altos, Unidos do Tortosendo, GIR do Rodrigo, Grupo Desportivo da Mata, Oriental de São Martinho, Centro de Assistência Social do Dominguiso e com o Centro Social de Santo Aleixo. Foi celebrado ainda um outro protocolo, de cedência de instalações, com o CCD Arsenal de São Francisco.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados