RCB/TuneIn
Sexta, 18 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
CONTRA O ENCERRAMENTO DE SERVIÇOS DE SAÚDE
Rádio Cova da Beira
O presidente da comissão política distrital de Castelo Branco do PSD, Manuel Frexes, manifesta-se "absoluta e inequivocamente" contra o eventual encerramento de serviços e de valências de saúde no distrito.
Por Paulo Pinheiro em 18 de Oct de 2014
"Qualquer caminho que vá no sentido de fechar gratuitamente e de uma forma intempestiva [serviços de saúde], sou absolutamente contra", disse Manuel Frexes à agência Lusa.

 

O líder da Distrital social-democrata explicou que a sua posição sobre o eventual encerramento de serviços de saúde no distrito é muito clara: "tudo o que sejam vocábulos como fechar ou encerrar não cabem na minha maneira de ver a situação".

 

"Sou mais favorável a reestruturar, a integrar e a otimizar os diversos serviços, mas, nunca por nunca, caminhar para o seu encerramento ou fecho de valências que são essenciais para as populações, sem primeiro cuidar de que as necessidades das pessoas estão satisfeitas", adiantou.

 

Manuel Frexes sublinhou, ainda, que "só pode haver encerramento de serviços depois de estarem satisfeitas e salvaguardadas as necessidades das populações".

 

O social-democrata defendeu uma maior integração dos serviços de saúde e o diálogo entre as diversas entidades, para que "definam claramente as opções estratégicas [na saúde] que consideram melhores" para o distrito de Castelo Branco.

 

A única forma de ter recursos que cubram as necessidades da população "é através da otimização e da racionalização dos existentes, que não são muitos", sublinhou.

 

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados