RCB/TuneIn
Domingo, 21 Out 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
ALBANO MANTEIGAS CANDIDATO
PS aposta num indepedente para a presidência da junta de freguesia do Fundão. Albano Manteigas, comerciante no Fundão, é o nome escolhido pela concelhia socialista fundanense para liderar a lista candidata nas próximas eleições autárquicas
Por Paulo Pinheiro em 28 de Apr de 2009

Na apresentação da candidatura, feita em conferência de imprensa, Albano Manteigas define com principal objectivo tarnsformar a junta de freguesia do Fundão numa plataforma intermédia no relacionamento entre os cidadãos e a câmara municipal " advogamos para a freguesia o papel de plataforma intermédia -fundamental- entre o cidadão e o executivo municipal. esse é o papel essencial da freguesia dentro do genuíno objectivo para que ela existe. Exigiremos que ela seja uma plataforma com voz própria, autonóma e paritária"

O candidato apoiado pelo PS à assembleia de freguesia do Fundão, garante que, caso seja eleito, a junta do Fundão vai ter atribuições alargadas e assumirá obrigações em áreas fundamentais para a cidade "cidadania, coesão social, comércio e actividade económica, cultura, lazer e desporto" e acrescenta " quremos uma junta com voz própria, assento de autarcas senhores de uma autonomia que em nada os confunda com meros executores ou comissários políticos de poderes mais fortes".

Para Vítor Cunha, presidente da concelhia do PS do Fundão, representa a partilha pública dos projectos que os socialistas querem levar por diante no concelho "é com orgulhosa consciência que cumprimos este nosso primeiro dever, tendo ao nosso lado um fundanense que não é militante do PS mas tem da vida e da nossa terra a mesma mundividência e sensibilidade que são as da equipa que candidataremos à administração do concelho".

António Leal Salvado, candidato apoiado pelo PS à presidência da câmara municipal do Fundão, garante que a repartição de competências do município vai ser uma das principais bandeiras no relacionamento entre a câmara e as freguesias "não tememos ousar uma revolução de métodos que o modelo autárquico reclama como indispensável à melhoria da eficácia de gestão e da prática da cidadania participativa". O candidato garante inovação na " repartição de competências do município com a freguesia e na acção concreta de uma junta de freguesia mais próxima dos cidadãos e mais ao serviço da cidade".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados