RCB/TuneIn
Segunda, 20 Ago 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“PROPOSTAS DOS CIDADÃOS VÃO TRANSFORMAR-SE EM REALIDADE”
Rádio Cova da Beira
Nélson Silva vai bater-se para que todas as propostas que lhe sejam entregues ao abrigo do orçamento participativo sejam incluídas nessa rúbrica do documento que vai aprovado para 2015.
Por Nuno Miguel em 28 de Sep de 2014

O vereador independente na câmara da Covilhã promoveu uma sessão pública para recolher contributos dos cidadãos para apresentarem propostas a ser incluídas na rúbrica do orçamento participativo, que vai ter uma dotação global de 500 mil euros.

A realização de obras como a construção de um parque de lazer no bairro do Rodrigo ou um parque botânico na entrada da Serra da Estrela foram algumas das sugestões apresentadas mas o autarca refere que muitas outras já lhe foram apresentadas e Nélson Silva quer lutar pela sua inclusão no orçamento para 2015 “vou bater-me para que todas elas sejam incluídas; é claro que essa acção comporta alguns riscos mas estamos num ponto de partida e temos de os correr; aquilo que importa realçar é que o orçamento participativo vai ser uma realidade na Covilhã e que as pessoas vão ver propostas suas transformadas em realidade”.

Nélson Silva acrescenta que, de uma forma progressiva, os actores políticos devem ser afastados deste processo mas numa fase inicial o contributo de agentes como os presidentes de junta de freguesia ou os dirigentes associativos é fundamental “nesta primeira fase essa intervenção é determinante uma vez que muitas das preocupações que as juntas de freguesia colocaram em cima da mesa vem daquilo que é o contacto directo com os seus eleitores; de qualquer forma esses agentes vão progressivamente saindo desse processo por forma a assegurar que a participação depois não se sobrepõe à dos cidadãos”.

O autarca expressou ainda o desejo de dentro de uma década a rúbrica afecta ao orçamento participativo corresponder a 30 por cento do valor total do documento “isso é um grande desafio e eu acho que se nós o conseguirmos atingir estaremos a ter duma educação cívica bem acima da média e queria dizer que as pessoas estariam a participar duma forma muito activa naquilo que é a melhoria das suas condições de vida; importa também sublinhar o papel que a UBI pode vir a ter na elaboração deste tipo de orçamentos dada a sua importância para a nossa cidade e toda a região”. 

Vários autarcas de freguesia e dirigentes associativos marcaram presença nesta sessão pública que decorreu na UBI. Sentado na assistência estava também o presidente da assembleia municipal. No final da sessão Santos Silva não quis gravar qualquer declaração, limitando-se a dizer que esteve presente com o objectivo de reforçar os seus conhecimentos sobre a matéria.   


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados