RCB/TuneIn
Terça, 14 Ago 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
NOVAS PERSPECTIVAS DE NEGÓCIO COM RECURSO À ECONOMIA DIGITAL”
Rádio Cova da Beira
Criar novas perspectivas de negócio através da economia digital. É este o principal objectivo dum projecto que a câmara municipal do Fundão quer desenvolver em parceria com a prefeitura de Campinas e que resulta da visita duma missão empresarial da região àquela localidade brasileira.
Por Nuno Miguel em 26 de Sep de 2014

A revelação feita pelo presidente da autarquia fundanense à margem da cerimónia de apresentação concelhia do programa PME digital que está a ser desenvolvido pelo IAPMEI. Paulo Fernandes refere que “nós vamos fazer um caderno de encargos para fazer uma plataforma de comunicação e informação permanente entre empresas do Brasil e desta região; basicamente define sinopses de produtos e de empresas para ambos sabermos o quem se esta a produzir e quais são as ideias para se ver onde pode haver sinergias entre ambas de forma a ganharem massa critica e mercados conjuntos e nesse sentido vamos obrigar, quem queira concorrer, a ter que fazer uma «joint venture» entre empresas; uma de lá e uma de cá tem que se juntar para elaborarem essa plataforma conjunta”. 

O autarca acrescenta que “até final do ano esse cadernos de encargos estará pronto e iremos colocar nós cá e eles em Campinas a partir dos centros de incubação que a universidade tem, pois é uma estrutura muito ligada às novas tecnologias e eu estou em crer que vai ser um desafio que pode estimular toda a área da economia digital”.

O programa PME Digital tem como grande objectivo fomentar a utilização das novas tecnologias junto das pequenas e médias empresas por forma a poder aumentar o seu volume de negócios. Rogério Hilário, presidente da associação comercial e industrial do Fundão refere que a grande maioria das empresas já dispõe de espaço na internet, mas a sua rentabilização nem sempre é feita da melhor forma “temos que dar um salto em frente para a sua utilização numa óptica de mercado; temos que olhar para a economia digital de uma forma mais séria e como uma grande oportunidade para as empresas, nomeadamente as que estão sediadas no interior, poderem desenvolver vários processos, como a internacionalização, e nem sempre isso é visto da melhor forma”.

Uma questão também reforçada pela dirigente do IAPMEI que marcou presença nesta sessão de apresentação. Osória Veiga sublinha que as oportunidades da economia digital ainda não são potenciadas da melhor forma pelas empresas “é completamente diferente e muito mais fácil e barato para divulgar produtos, serviços e empresas, conseguir clientes e fazer transacções a nível mundial uma vez que permite angariar clientes a nível internacional de uma maneira mais fácil e tudo isso pode ser desenhado à medida das necessidades de cada um”.  


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados