RCB/TuneIn
Quarta, 11 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
BIENAL DO AZEITE EM CASTELO BRANCO
A iniciativa vai decorrer no largo da Devesa entre nos dias 29, 30 e 31 de Maio. Recuperar o interesse na cultura do olival e refor?ar as apostas na produ??o e comercializa??o s?o os principais objectivos.
Por Nuno Miguel em 21 de Apr de 2009

Para Joaquim Morão, presidente da câmara municipal de Castelo Branco, este certame "pretende afirmar-se como uma mais valia na recuperação uma das principais potencialidades agrícolas do distrito, a cultura do olival. Já foi uma das actividades mais fortes dentro da economia regional mas aos poucos foi perdendo interesse. O que nós pretendemos demonstrar, com esta iniciativa, é que o olival é uma riqueza que não podemos continuar a desperdiçar".

O reforço das áreas de comercialização e produção é o grande desafio que actualmente se coloca. Na Beira Interior são produzidas anualmente 600 toneladas de azeitona e existem 15 marcas diferentes no mercado. Para João Pereira, presidente da associação de produtores de azeite da beira interior "a criação de uma marca comum traria várias vantagens uma vez que nos permitiria ganhar escala ao nível da produção e também nos facultaria o acesso a outros mercados a que actualmente não conseguimos chegar".

Francisco Lino, chanceler da confraria do azeite, refere que "esta iniciativa pode ser o ponto de partida para levar por diante uma revolução no sector agricola do distrito, com uma clara aposta nesta cultura e eu claramente que acredito no sucesso desta iniciativa, que vai estar sobretudo assente na qualidade".

Uma prova guiada de azeites, a confecção de pratos sobre a temática da azeitona e o comboio do azeite; um percurso por vários lagares de Castelo Branco, são algumas das iniciativas complementares a este certame.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados