RCB/TuneIn
Terça, 24 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
EMPATE NA LUTA PELA MANUTEN??O
Empate a zero que certamente deixou um amargo de boca nos jogadores da ADEP, que tiveram as melhores situa??es do jogo mas pela frente encontraram um inspirado Paulo Valezim.
Por César Duarte Ferreira em 20 de Apr de 2009
A primeira parte trouxe um Penamacor mais afoito e mais perigoso, perante um Unhais com algumas dificuldades em criar lances de perigo e que teve em Paulo Valezim, a grande figura desta tarde.

E o número 1 da equipa de Unhais, começou a brilhar logo ao minuto 4, quando após um canto, Mateus cabeceia solto na pequena área com Paulo Valezim a voar e a evitar o golo. Cinco minutos depois, o filme é o mesmo, apenas com outros intérpretes. Cruzamento de Zé Luis com Tomás a cabecear para mais uma grande intervenção do guardião de Unhais.

Carregava a equipa de Vítor Cunha em busca do golo, mas a equipa de Nando ocupava bem os espaços entre linhas e dificultava essa tarefa, com uma marcação sem mácula de Vasco a Tony.

Aos 18, na única jogada em que apareceu solto, Salcedas tira um adversário do caminho, remata cruzado com Tomás a aparecer ligeiramente atrasado. No lance seguinte é o capitão da ADEP, Silveiro que do meio da rua enche o pé para Paulo Valezim efectuar uma defesa de recurso.

Estava em grande o guarda redes da equipa de Unhais que servia de esteio para a consistência defensiva dos seus companheiros.

O último lance de perigo desta primeira metade, foi ao minuto 34 após um livre de Zé Luís, onde mais uma vez a palmada de Paulo Valezim evitou o golo.


Na segunda parte, nota de destaque, um Unhais diferente, equilibrou a sua exibição e conseguia agora com sucesso desmultiplicar-se para o ataque, certamente fruto da conversa de Nando com os seus jogadores ao intervalo.

A primeira grande situação de golo foi para o Unhais, quando ao minuto 22 Quelhas inicia um contra-ataque veloz, dá para Mica que só com Oleh pela frente permite por duas vezes a defesa do guardião da ADEP.

A resposta a este lance, chegou cinco minutos depois, quando após um mau alivio de Pedro, Tony descaído da esquerda enche o pé e atira à trave da baliza à guarda de Paulo Valezim.

Até ao final do jogo destaque para a expulsão, por acumulação de Patriarca que tinha entrado já no decorrer desta etapa complementar.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados