RCB/TuneIn
Sábado, 22 Fev 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
INCÊNDIOS: MENOR DETIDO NA COVILHÃ
Rádio Cova da Beira
Um menor, de apenas 13 anos, terá sido o autor de vários incêndios, no Verão do ano passado, na região, num quais morreu um bombeiro e arderam centenas de hectares de floresta.
Por Paulo Pinheiro em 22 de Aug de 2014
 

É o resultado da investigação da Polícia Judiciária relativa a doze incêndios florestais, ocorridos durante o verão de 2013, e que permitiu imputar a autoria de, pelo menos, sete dos referidos incêndios a um menor de apenas treze anos de idade, residente nas proximidades dos eventos registados.

Os incêndios, ocorridos entre Julho a Setembro do ano passado, nas freguesias de Tortosendo, Telhado, Vales do Rio, Dominguizo, Paul e Barco, percorreram várias centenas de hectares de terrenos povoados por pinhal, olival, espécies frutícolas e mato, tendo, inclusive, atingido e destruído várias instalações e maquinaria de natureza agrícola, num prejuízo global imediato de várias centenas de milhar de Euros.

Segundo a PJ foi ainda foram colocados em grave perigo diversos núcleos habitacionais naquelas localidades. De registar ainda que no combate a um dos incêndios ora investigados, em que estiveram envolvidos várias centenas de operacionais de diferentes corporações de bombeiros voluntários, uma força especial de bombeiros, sapadores florestais das freguesias atingidas e inúmeros populares, morreu um bombeiro voluntário da corporação da Covilhã.

De acordo com o jornal O Público, citando um comunicado da PJ, “o jovem terá agido por motivações de natureza pessoal, nomeadamente por sentimentos de revolta, pela perda recente do pai, e de vingança sobre dois dos proprietários rurais atingidos, devido a alegadas ameaças por estes dirigidas à integridade física de um familiar e também de assédio sexual sobre um outro elemento da família”.

De acordo com o director do departamento de investigação crimina da Polícia Judiciária, o jovem estava sinalizado pela Comissão de Protecção de Crianças e Jovens da Covilhã.

O Processo foi remetido para o Ministério Público.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados