RCB/TuneIn
Sexta, 28 Fev 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
INCÊNDIOS: GUARDA COM MAIS ÁREA ARDIDA
Rádio Cova da Beira
Os incêndios florestais já destruíram uma área de 8.645 hectares este ano, cerca de um quinto do total registado no mesmo período de 2013, indicam os dados oficiais.
Por Paulo Pinheiro em 22 de Aug de 2014
O último relatório provisório de incêndios florestais do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) revela que, entre 01 de Janeiro e 15 de Agosto, verificaram-se 5.161 ocorrências, das quais 824 foram fogos em floresta e 4.337 fogachos. 

Guarda é apontada como a região com mais área ardida, ao chegar aos 1.532 hectares, seguida pelo Porto, com 1.273 hectares.

No distrito de Castelo Branco, a área ardida ronda os 130 hectares resultado registaram-se 150 ocorrências (21 incêndios florestais e 129 fogachos).

Do total de fogos naquele período, 11 são considerados grandes incêndios, ou seja, respeitam a uma área ardida igual ou superior a 100 hectares, e queimaram 2.972 hectares, o que corresponde a 34% do total do território destruído.

 

Na análise mensal, o ICNF refere condições meteorológicas caracterizadas por um Inverno muito chuvoso e um mês de Julho com valores médios de temperatura do ar inferiores à «normal climatológica» de 1971-2000.

 

Aquelas condições estão associadas a um número de ocorrências e área ardida até 15 de Agosto «substancialmente inferiores às respectivas médias mensais do decénio, com diferenças expressivas» em Fevereiro, Março e Julho.

 

Segundo o relatório, Julho foi o mês com maior número de incêndios, com 1.320 fogos, que provocaram 1.816 hectares de área ardida, embora em Junho se tenha registado mais território queimado (2.055 hectares).


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados