RCB/TuneIn
Domingo, 26 Mai 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
DISTRITAL DE CASTELO BRANCO EST? ANIMADO
O campeonato distrital da AFCB est? cada vez mais animado e com algumas surpresas pelo meio. Alguns dos clubes favoritos n?o se conseguem assumir dentro das quatro linhas e outros a quem se dava pouca import?ncia est?o a contribuir para que o distrital n?o seja, como se chegou a aventar, um passeio para dois ou tr?s clubes.
Por José Joaquim Ribeiro em 14 de Oct de 2007

A jornada número quatro fica marcada pela derrota caseira do Alcains, perante a Atalaia do Campo e pela goleada do Fundão ao Sernache.

O jogo que se realizou no Municipal do Fundão era, indiscutivelmente, o jogo mais importante da ronda. Esperava-se, por isso, algum equilíbrio de forças, fundamentalmente, por motivo dos objectivos dos dois conjuntos. Sabe-se que o Fundão assumiu que quer ser campeão e o Sernache, embora não tenha assumido essa meta, dá para perceber que ao constituir o seu plantel tinha em mente lutar ombro a ombros com os mais favoritos.

Neste jogo, que começou por se revelar de grande equilíbrio no seu inicio, acabou por mostrar que existem fragilidades na equipa comandada por António Joaquim, principalmente no seu sector recuado. Essas fragilidades resultaram num desfecho, provavelmente, desnivelado para a qualidade dos dois conjuntos. O marcador só sofreu alteração aos 33' quando Óscar Menino converteu um livre de forma superior. Poucos minutos volvidos aconteceu o 2-0, desta feita com assinatura de Ricardo Fonseca. Foi com este resultado que se chegou ao intervalo. Na segunda parte, logo a abrir Rui Paulo facturou o 3-0 e Nuno Batista converteu uma grande penalidade no 4-0, com apenas 8 minutos jogados neste período. De pouco valeu a reacção do Vitória, mesmo quando reduziu por Nuno Alves aos 60' e voltou a marcar, aos 85' por Miguel Farinha, aproveitando, muito bem, o facto da Desportiva ter ficado a jogar com 10, por expulsão de Luciano, isto por que a ADF voltaria a marcar, desta feita por André Cunha, fixando o resultado em 5-2.

Em Alcains a surpresa foi muito maior. Como é sabido o clube que mais investiu para chegar a campeão foi indiscutivelmente o CDA, contratando jogadores maduros, com experiência de 3ª divisão e com qualidade reconhecida, mas ..., nem sempre os bons jogadores formam uma grande equipa. Será isto que se passa no clube alcainense ? Vão ser necessários outros jogos para podermos tirar melhores conclusões. Neste jogo com a Atalaia do Campo a equipa do concelho do Fundão foi a primeira a marcar, por intermédio de Filipe Mouro, contudo a resposta não se fez esperar e Manoel fez o tento da igualdade, resultado que se registava ao intervalo. No segundo tempo a Atalaia soube aproveitar os erros adversários e por Dário voltou a ganhar vantagem no marcador, fazendo o 1-2, para a escassos minutos do final, Zé Carlos arrumar com a questão a favor dos comandados de Paulo Serra, facturando o 1-3, final.

Em Oleiros a equipa da casa defrontou um Vilarregense que não tem rigorosamente nada a ver com a equipa que militou neste campeonato a época passada. Os comandados de José Ramalho até foram os primeiros a marcar, mas equipa de Vila de Rei reagiu e chegou ao empate a um golo.

No Teixoso a equipa da casa começou muito bem a partida com o Águias do Moradal, chegando a estar por duas vezes em vantagem no marcador, mas no final registou-se uma goleada para os comandados de António Belo. Simão abriu o marcador para o Teixosense, David empatou muito próximo do intervalo. Foi com este resultado que as equipas recolheram às cabinas para o descanso. Na segunda parte marcaram-se seis golos. Jorge Daniel voltou a dar vantagem ao Teixosenses, mas depois veio ao de cima a maior valia do adversário e a consequente reviravolta no marcador. Paulo Rato, de grande penalidade, fez o 2-2, pouco tempo depois um defesa do Teixosense fez na sua baliza o 2-3 para o Águias e até final Valadas assinou os restantes três golos, fixando o resultado em 2-6.

Em Pedrogão de S.Pedro valeu o golo de Valter, aos 15 minutos, para que a conquista dos três pontos se consumasse para a equipa da casa, o Valverde foi à Lardosa vencer a equipa local por igual resultado de 1-0, com golo de Gonçalo e o Proença desenvencilhou-se do Escalos de Cima, por claros 4-2.

Na classificação está tudo muito equilibrado, com Oleiros a ser o comandante, com 10 pontos, perseguido por AD Fundão, Atalaia e Pedrogão, com 9 pontos. O Alcains, a tal desilusão, está em 8º posto com apenas cinco pontos.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados