RCB/TuneIn
S√°bado, 24 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
PROPOSTAS PARA FORA DA CASA
A r?dio cova da beira (RCB) deixa algumas sugest?es para os pr?ximos dias, na regi?o. Concertos, exposi??es e outras iniciativas que diferentes entidades organizam. A escolha ? sua.
Por Paulo Pinheiro & Paula Charro em 17 de Apr de 2009
 

No Fundão, o Museu arqueológico José Alves Monteiro, antecipa as comemorações do Dia dos Monumentos e sítios, com uma visita nocturna às gravuras rupestres do Rio Zêzere. O local de encontro é o poço do caldeirão, na Barroca, esta sexta feira, às 19h. O dia dos monumentos e sítios é o momento anual de celebração da diversidade patrimonial, em torno da salvaguarda e da valorização do património Mundial. Do evento, marcado para este sábado, inclui-se a exibição de documentários e um workshop de levantamento de gravuras rupestres.


Aliar a música à arquitectura é a proposta da Câmara municipal da Covilhã na segunda edição do dia do património, que decorre este fim de semana naquela cidade. De acordo com o presidente da direcção da filarmónica covilhanense, o objectivo da iniciativa é dar a conhecer uma urbe cheia de história e tradição, destacando a componente musical.


A festa que alia o património à música, começa às 00h de sábado, com a serenata Monumental com a participação da Desertuna. A igreja da Misericórdia acolhe o espectáculo do quinteto de Metais da EPABI às 14.30h e uma hora e meia depois o Coro Gregoriano do Porto actua na Igreja de Santa Maria. No salão nobre da Câmara municipal às 18h actua o Ensemble Português de Tubas e Eufónicos. O Teatro Cine recebe às 21.30h o sétimo Festival de Tunas Académicas. Domingo o périplo musical prossegue com o Quarteto de Cordas da escola superior de artes aplicadas no Museu de Arte e cultura a partir das 14h, segue-se às 16h o Coro Mozart na Igreja de Nossa senhora da Conceição o o concerto de guitarra clássica a solo, a partir das 21.30h na Casa das Morgadas com Bruno Peralta. Os dias do património Têm a colaboração da Banda da Covilhã e associação Desertuna. Ainda no âmbito desta iniciativa, quem gosta de exposições, não vai perder a mostra dedicada à música que se encontra patente na casa dos magistrados. Os instrumentos que ali pode apreciar são cedidos pela Escola Profissional de Artes da Beira Interior, o Grupo Recreativo de santo António e Banda da Covilhã. Pode ser visitada no departamento de cultura de 2ª a 5ª feira das 9h às 18h e 6ª das 9h às 13h, a partir de 18 e até 30 deste mês.


De sons continua a fazer-se o fim de semana. Já que o festival de musica da beira interior, encerra a sua quarta edição este sábado, dia 18, na casa das artes de Vila Velha de Ródão. Um espectáculo que junta três instituições, nomeadamente, a Academia de música e dança do Fundão, o Conservatório regional de musica da Covilhã e a escola profissional de artes da Covilhã. Esta iniciativa tem organização da Scutvias, com o apoio do governo civil de castelo branco. Uma noite imperdível é o que se pode esperar.


A junta de freguesia de salgueiro e os caminheiros da gardunha, com o apoio dos bombeiros voluntários do Fundão, secção dos três povos, organizam uma caminhada este Domingo. O programa tem inicio às nove horas, com uma visita à exposição o pastor e o artesão José dos Santos – matérias sonoras, no núcleo museológico da pastorícia. Uma iniciativa onde não vai faltar animação musical.


Realiza-se este Domingo, a partir das 16h, na Moagem, um concerto com a orquestra de Câmara do fundão da Academia de música e dança.


Se vive na Covilhã e gosta de cultura, não pode perder a noite cultural que os leões da floresta da Covilhã organiza com a participação do grupo de cantares de santa Maria, Leões da floresta e rancho folclórico do refúgio. O espectáculo começa a partir das 21.30h e a entrada é gratuita.


No serra Shopping, piso Zero, pode apreciar até dia 26 deste mês a exposição tátil, feita por alunos do agrupamento de escolas Pêro da Covilhã e de escolas de Coimbra. A ideia é tentar perceber através do tacto o que sentem aqueles que são invisuais ou amblíopes.


EM Idanha è apresentado esta sexta feira o festival de sopas de Proença à nova, a feira medieval de Monsanto, as festas de Idanha à velha e festival da badana. Tudo para conhecer às 16.30h



  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados